Cultura

Casa de Memória realiza exposição de carnaval

"Carnaval: um breve desfile pelas avenidas de sua história" está em cartaz na Casa da Memória

TIMÓTEO – Começou nesta segunda-feira (6), na Casa de Memória, a exposição “Carnaval: um breve desfile pelas avenidas de sua história”. Com fantasias e textos, o evento pretende ressaltar o nascimento e a trajetória do carnaval. “A comunidade vai poder se inteirar melhor da história dessa festa tradicional que teve início 600 anos antes de Cristo e tem origem na Europa. O público vai poder saber mais sobre o carnaval de Timóteo e do mundo”, disse o coordenador da Casa de Memória, Hernani Victor Reis.
Em Timóteo, o carnaval deu o ar da graça na década de 40 com pequenos cordões formados por moças e rapazes que saíam pelas ruas do vilarejo cantando modinhas. “Carnaval não é somente desfile de rua, essa festa tem todo um contexto”, ressaltou Hernani. A expectativa é receber, além do público adulto, crianças e adolescentes das escolas do município. Para agendamento, entrar em contato pelo telefone: 3847-8070.

BRASIL
O carnaval chegou ao Brasil em meados do século XVII, influenciado pelas festas carnavalescas que aconteciam na Europa. Embora de origem europeia, muitos personagens foram incorporados ao carnaval brasileiro, como, por exemplo, Rei Momo, pierrô, colombina, etc.
Os primeiros blocos carnavalescos, cordões e os famosos cortejos de automóveis (corsos) surgiram nessa época, mas tornaram-se mais populares no começo do século XX. As pessoas decoravam seus carros, fantasiavam-se e, em grupos, desfilavam pelas ruas das cidades, dando origem aos carros alegóricos.
O carnaval teve um crescimento considerável neste período, que ocorreu em virtude das marchinhas carnavalescas (músicas que faziam o carnaval mais animado).
A primeira escola de samba foi criada no dia 12 de agosto de 1928, no Rio de Janeiro, e chamava-se “Deixa Falar”. Anos depois, a escola mudou seu nome para Estácio de Sá.
A Região Nordeste permaneceu com as tradições originais do carnaval de rua como, por exemplo, Recife. Já na Bahia, o carnaval de rua conta com a participação dos trios elétricos, embalados por músicas dançantes, em especial pelo axé.

 

O CARNAVAL NO MUNDO

O carnaval não é comemorado somente no Brasil, mas em boa parte do planeta. Veja a seguir as principais comemorações.

Reino Unido
No Reino Unido, acontece o Shroveitide (Shrive que significa confessar ‘pecados’), que é a comemoração do carnaval britânico.

Estados Unidos
Nos Estados Unidos, o carnaval resume-se basicamente na celebração do Mardi Grass (Terça-Feira Gorda). Em New Orleans, desfilam pelas ruas mais de 50 agremiações com gigantescos e originais carros alegóricos.

Alemanha
A festa mais tradicional é a da cidade de Bonn, que organiza desfiles com pessoas fantasiadas; o diabo fica solto, por esse motivo as pessoas usam máscaras a fim de esconder seus rostos.

Itália
Por muito tempo o carnaval veneziano foi um dos mais fortes e alegres do mundo. Durante o período do carnaval eram desenvolvidos bailes e festas nas praças e ruas da cidade. Com o passar do tempo o carnaval de Veneza foi enfraquecendo, chegando a quase extinguir-se.

Você também pode gostar