Cidades

Idosos se mobilizam no combate à violência

(Crédito: Secom/PMI/JBReis)

 

IPATINGA – Com muita disposição para caminhar e cantar palavras de ordem, integrantes do Movimento da Terceira Idade (Moti) e de diversas entidades sociais que atuam com as pessoas acima de 60 anos percorreram as ruas centrais de Ipatinga, na manhã desta sexta-feira (14). A “passeata pela paz”, organizada para marcar o Dia Internacional de Combate à Violência contra a Pessoa Idosa, saiu da rua Campinas, no bairro Veneza I, e seguiu até a Praça 1º de Maio, onde os participantes foram recepcionados pela Banda de Música do 14º Batalhão da Polícia Militar.

“Respeito sim; violência não”, “Olé, olá, a violência tem que acabar” e “Idoso unido jamais será vencido” foram alguns refrões puxados pelos manifestantes, que ganharam a adesão de moradores e trabalhadores que transitaram pela região central da cidade, durante o período de duas horas da mobilização. O trânsito foi controlado por patrulhas da PM e muitas pessoas, em carros, motocicletas e ônibus, fizeram questão de apoiar o movimento.

FORÇA

“Participar dessa manifestação enriquece a nossa caminhada, nos dá força para seguir em frente. Hoje me sinto orgulhosa de ser uma mulher de 74 anos”, afirma Geraldo Chaves de Almeida, coordenadora do Grupo Renascer, que tem cadastradas 90 pessoas idosas assíduas nas atividades de dança sênior e ginástica promovidas semanalmente na quadra do bairro Limoeiro. “Faço 75 anos em agosto e, se Deus quiser, estarei firme em outras atividades para homenagear a nossa melhor idade”, completa dona Geralda, uma das mais empolgadas na passeata.
A mobilização foi organizada pelo Moti, com apoio da Prefeitura de Ipatinga e a participação dos conselhos municipais do Idoso e de Assistência Social, grupos de dança sênior, entidades sociais e Polícia Militar.

Você também pode gostar