Esportes

Galo vence o Inter e mira o Corinthians

Rodrigo Clemente/EM/D.A Press

BH – O Atlético jogou para vencer e foi recompensando. Ganhou por 2 a 1 do Internacional, no Independência, e agora está a dois pontos da liderança do Campeonato Brasileiro. Agora, o Galo, que soma 59 pontos, vai, de camarote, secar o líder Corinthians. Os paulistas encaram o Goiás nesta quinta-feira, às 19h30, na Arena Itaquera, no complemento da 30ª rodada.

No fim de semana, Atlético e Corinthians voltam a campo. No domingo, às 18h30, na Ilha do Retiro, o Galo pega o Sport. O Timão também joga fora. Enfrenta o Atlético Paranaense, às 16h.

O JOGO
O Atlético entrou em campo disposto a jogar a pressão para cima do Corinthians. Desde o primeiro minuto, apertou o Internacional no campo defensivo. Buscou jogadas pelos lados, imprimindo velocidade. Adiantou a marcação e praticamente não deu chances ao Colorado. Mas um vacilo custou caro no primeiro tempo.
O Galo abriu o placar aos 14 minutos. Marcos Rocha lançou Luan na área. Rodrigo Dourado perdeu o tempo de bola e cortou o lance com a mão. Pênalti. O artilheiro argentino Lucas Pratto cobrou e fez 1 a 0.

Empurrado pela torcida, o Atlético teve tudo para ampliar. Os atleticanos viram Pratto fazer boa jogada pela esquerda e cruzar para Thiago Ribeiro. O atacante finalizou rente à trave. Quatro minutos depois, foi a vez de Giovanni Augusto receber na área e perder grande chance. Ele deixou Réver no chão, mas chutou na trave.
Aos 38 minutos veio o vacilo defensivo, em escanteio para o Internacional. Anderson cobrou no meio da área. Paulão subiu sem marcação e mandou a bola para as redes: 1 a 1.

2º TEMPO

Na etapa final, o Galo manteve a busca pelo gol. O Inter abriu mão de atacar. Foi ataque contra defesa. Para tentar furar o bloqueio, o Atlético insistiu nas bolas aéreas. Não aproveitou nenhuma até os 22 minutos.
Porém, aos 24, a euforia voltou a tomar conta do Independência. Desta vez, Leandro Donizete acertou o levantamento na área. Douglas Santos pegou de primeira, o goleiro Muriel não segurou e Marcos Rocha marcou: 2 a 1.

O jogo ficou aberto. O Internacional assustou aos 27 minutos, quando Lisandro López ajeitou e Ernando chutou para a defesa de Victor. O Galo deu o troco aos 34. Pratto cruzou e Cardenas bateu em cima de Muriel. Na sobra, o colombiano completou na trave. Dois minutos depois, Victor fez grande defesa na cobrança de falta de Vitinho. Aos 43, Pratto teve a oportunidade para fazer o terceiro atleticano, mas chutou para fora. Já aos 46, Cardenas isolou a chance final do jogo.

Você também pode gostar