Nacionais

Vereador Ley cobra da prefeitura prioridade para o HMI e o SAMU

 Ley avisou na tribuna que visitará tanto o Hospital Municipal quanto o SAMU para ver de perto o que está realmente acontecendo (Crédito: ACS CMI)

IPATINGA –
O presidente da Câmara Municipal, vereador Ley (PSD), utilizou a tribuna durante a reunião ordinária de ontem para manifestar sua preocupação com a precariedade dos serviços na área de saúde de Ipatinga.
Segundo o parlamentar, nos últimos dias ele foi procurado por várias pessoas pedindo sua intervenção junto ao governo municipal para sanar os graves problemas que acometem hoje tanto o Hospital Municipal quanto o SAMU de Ipatinga.

“Tenho saído muito às ruas para sentir como está nosso município. E nestas minhas andanças, fui abordado inúmeras vezes por pessoas revoltadas com a falta de estrutura em setores fundamentais da saúde do município, como o Hospital Municipal e o SAMU. O mais grave problema que percebemos neste momento é a falta de profissionais, principalmente médicos. É inconcebível uma ambulância do SAMU sair para um atendimento de urgência sem um médico na equipe. Quando isto acontece, como está acontecendo, a administração municipal coloca em risco a vida de pessoas”, desabafou.

VISITA
O vereador Ley avisou na tribuna que nos próximos dias fará visita tanto ao Hospital Municipal quanto ao SAMU para ver de perto o que está realmente acontecendo. “Vou fazer uma visita ao HMI e ao SAMU, conversar com as pessoas que estão aguardando atendimento, com os funcionários de atendimento e com os médicos, enfermeiros e demais profissionais. Espero que desta forma possamos ter uma leitura mais clara deste grave quadro e juntar subsídios para uma ação mais efetiva junto ao governo municipal no sentido de melhorarmos os serviços na área da sáude, tão essencial para toda a população”. Ao fazer a comunicação, Ley convidou os demais colegas, inclusive os da base do governo, a irem com ele nas visitas para também verificarem de perto a gravidade da situação.

MOTOTAXIS
Ainda em seu discurso na tribuna, o vereador Ley cobrou do líder de governo que a administração municipal publique a lei de regulamentação dos mototaxis, uma vez que o prazo solicitado pelo governo para esta regulamentação foi de 15 dias e que a partir do dia primeiro de setembro a Polícia Militar já estará exercendo fiscalização sobre estes profissionais, conforme determina a lei federal. “A Câmara cumpriu o seu papel ao votar e aprovar a lei da forma que o governo quis, inclusive rejeitando várias emendas de minha autoria que garantiam direitos e benefícios à categoria. Agora a prefeita precisa cumprir o seu compromisso de regulamentar dentro do prazo. Só após a publicação da lei saberemos como de fato será regulamentada a atividade, haja vista que vários pontos extremamente importantes para a categoria ficaram para serem definidos pelo executivo”, destacou.

RESTAURANTE
Outro ponto destacado pelo vereador foi a necessidade da reabertura do Restaurante Popular de Ipatinga. “Estamos vendo o governo priorizar várias situações que não têm tanta importância para a população, principalmente a de baixa renda, enquanto a questão da reabertura do Restaurante Popular está sendo deixada de lado. Esta é uma reivindicação de uma grande parte da população da cidade que não pode ser ignorada pelo governo. A administração está invertendo prioridades, de acordo com suas conveniências, e diante disto nós não vamos nos calar. Há de prevalecer o que for melhor para a população”, enfatizou o presidente da Câmara.

Você também pode gostar