Cidades

Prefeitura amplia parceria com a comunidade escolar

Secom PMI

IPATINGA – A Prefeitura Municipal iniciou esta semana mais uma atividade do programa “O que é que a cidade tem?”. Os alunos da rede municipal de Educação estão visitando espaços e pessoas do entorno de suas unidades escolares com o intuito de realizarem um mapeamento dos potenciais educativos da comunidade.

Segundo informações da Secretaria Municipal de Educação (SME), o objetivo é mobilizar a comunidade escolar, buscando parcerias para ampliação das ações da Educação Integral em Ipatinga. O programa contempla, ainda, os aspectos socioculturais de cada regional, qualificando o ensino ofertado na rede.

REGISTRO
A proposta envolve estudantes de todas as faixas etárias em ações diferentes. Na primeira etapa, familiares e outros adultos da comunidade responderam a um questionário indicando locais e profissionais da comunidade com potencial para colaboração com os programas desenvolvidos pelas escolas. No segundo momento, os alunos vão às ruas, acompanhados de professores e educadores comunitários das escolas municipais, para realização das atividades de registro.

MAPEAMENTO
Os educandos da Escola Municipal Deolinda Tavares Lamego, do Bethânia, realizaram o mapeamento de espaços do entorno de sua escola. Foram visitados o Campo do Carrapato, o Parque do Itamarati, o entorno do campo do Bethânia, entre outros.

As alunas Mariana Martins, do 9º ano, e Analice Macedo, do 8º ano, ficaram responsáveis pelo mapeamento da Praça da Maçonaria. De acordo com elas, o espaço tem potencial para abrigar atividades que, atualmente, são desenvolvidas dentro da escola. Mas para que isso ocorra, a comunidade precisa ajudar a preservar o local. “Observamos que a quadra já foi bem estruturada, com traves de futebol, tabelas de basquete, mas a população precisa ajudar a preservar para que todos os moradores do bairro possam utilizar”, apontam as estudantes.

CONTINUIDADE
A partir de agora, os dados serão tabulados e atualizados permanentemente. O objetivo é transformar estas informações em um mapa de potenciais educativos da cidade de Ipatinga. Ampliando, dessa forma, o conceito de território educacional e criando uma rede de contatos de parceiros e locais que possam colaborar com a qualificação da Educação no município.

Você também pode gostar