Cidades

Audiência discute disputa entre assentados e Cenibra em Ipaba

IPATINGA – A situação de aproximadamente 400 famílias que ocupam um terreno na região da Baixada da Angola e no seu entorno, no município de Ipaba, será debatida em uma audiência pública da Comissão de Participação Popular da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

A discussão, requerida pela deputada estadual Rosângela Reis (Podemos) foi aprovada em reunião da comissão na terça-feira (06). Segundo Rosângela, a área foi ocupada em 2013, mas pertenceria à empresa de celulose Cenibra, que reivindica na Justiça a retomada da posse do terreno.

ACORDO

O objetivo da reunião seria intermediar um acordo.

“Eles estão buscando a intermediação junto com a empresa para que a Cenibra autorize a ficarem nesse espaço. Alguns já construíram e estão morando e outros plantando”, disse a deputada estadual que foi procurada por trabalhadores rurais e moradores do local com medo do despejo e terem que deixar o terreno. Além de habitar, muitas famílias também trabalham no local, como agricultores, e alegam que dependem da permanência no terreno para sobreviver.

Ainda segundo a deputada, a audiência deverá ser realizada no próximo dia 20, às 14h30, a confirmar, na Assembleia Legislativa, em Belo Horizonte.

Você também pode gostar