Nacionais

UFMG vai investigar trote do curso de direito

BH – A direção da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) divulgou nota de repúdio ao trote ocorrido na Faculdade de Direito no último dia 15. Fotos que circulam nas redes sociais mostram uma estudante pintada com tinta marrom segurando uma placa onde está escrito “Caloura Chica da Silva”. Ela está com as mãos amarradas e um outro aluno segura a outra ponta de uma corrente de ferro.

A reitoria da UFMG destacou que já iniciou os procedimentos para apuração dos fatos e punição dos alunos envolvidos. “A direção da UFMG repudia quaisquer atos de violência, opressão, constrangimento ou equivalentes, praticados contra membros da comunidade universitária, em particular aqueles relacionados aos chamados “trotes” aplicados aos novos estudantes”, diz o texto.

Você também pode gostar