Cidades

Prefeito de Vale do Paraíso visita sistema de transporte do Consaúde

Eloiza recebeu Charles Luiz, presidente de consórcio e prefeito de Vale do Paraíso (RO)   (Nadieli Sathler)

 

IPATINGA – Por ser referência estadual na gestão do transporte público em saúde, o Consaúde recebeu na tarde de quarta-feira (28) a visita do prefeito de Vale do Paraíso, Charles Luiz Pinheiro, que também responde como presidente do Consórcio Intermunicipal da Região Centro-Leste (Cincero), pertencente ao estado de Rondônia.
Eloiza Dalla Vecchia, secretária executiva, falou que a iniciativa de viabilizar a implantação do Sistema Estadual de Transporte em Saúde (SETS) na região se pautou pela otimização de recursos públicos e humanização do atendimento aos usuários do SUS.
A gestora do Consaúde explicou que a implantação do programa de transporte passou por várias etapas desde 2009, quando foi criado. Mas declarou que as articulações começaram em 2006.
“Iniciamos a discussão da acessibilidade em transporte na saúde e foi daí que nasceu a proposta do SETS. Lidamos com problemas de várias naturezas, como a alta rotatividade de motoristas e agentes de viagens. Temos que estar preparados a todo momento para qualificar o profissional e garantir ao usuário um atendimento resolutivo e humanizado”, ressaltou.
Charles contou que o consórcio da região do centro-leste de Rondônia foi criado em 1998, para atuar no setor rodoviário, fornecendo equipamentos no intuito de amenizar as dificuldades com malha viária no estado.
“Quando retornamos, a partir de 2009, entendemos que a ferramenta consórcio pode ser utilizada em outras áreas. Até porque em 2005 os consórcios foram regulamentados pela lei federal 11.107, o que nos permitiu prestar outros serviços que não só o rodoviário”, contou.
O prefeito visitante observou que busca alternativas para melhorar as ofertas na área da saúde, haja vista que os municípios estão com os orçamentos enxutos. “Temos por referência o próprio estado de Minas Gerais, mais precisamente a região de Ipatinga e Governador Valadares. Viemos aqui buscar informação, conhecimento e experiências que estão dando certo, como a do Consaúde. E ainda buscamos alguns subsídios que possam nos ajudar a alavancar a saúde em nossa região”, declarou.

INTERCÂMBIO
Através de convênio com o estado de Rondônia, o Cincero conseguiu recurso para aquisição de cinco micro-ônibus para atender aos 18 municípios consorciados.
“Se possível, vamos copiar o modelo que está implantado aqui em Ipatinga. Lógico que vamos ter que adequar à nossa realidade até porque geograficamente o nosso estado é um pouco diferente de Minas. Principalmente a distância entre os municípios”, explicou.

Modelo atende a 17 municípios
Ipatinga
– O sistema de transporte veio para fazer diferença na saúde dos pacientes em tratamento fora do domicílio nos 17 municípios atualmente participantes do programa. Em dezembro de 2009, foram contemplados 11 municípios da Micro de Ipatinga (Açucena, Belo Oriente, Braúnas, Bugre, Iapu, Joanésia, Mesquita, Naque, Periquito, Santana do Paraíso e São João do Oriente), beneficiando uma população de quase 116 mil habitantes. Em fevereiro de 2010, seis municípios da Microrregião de Coronel Fabriciano (Antônio Dias, Córrego Novo, Dionísio, Jaguaraçu, Marliéria e Timóteo) também foram incluídos.
“Além de humanizar o transporte, o SETS ajuda a desonerar as prefeituras no que se refere aos gastos com transporte em saúde, fomentando uma gestão racional da frota”, afirmou a gerente de transporte, Priscila Quintão.

Você também pode gostar