Cidades

Melhor idade de Ipatinga celebra Dia do Idoso

Atualmente, cerca de 8.000 idosos vivem no município e muitos se mantêm ativos graças a serviços de convivência ofertados pelo poder público

 

IPATINGA – Mais de 400 pessoas idosas foram reunidas pela Prefeitura de Ipatinga e pelo Conselho Municipal do Idoso para participar, na terça-feira (09), das atividades em comemoração ao Dia Internacional do Idoso, 1º de outubro. A ação foi realizada no Clube Ipaminas, no bairro Cidade Nobre.

Homens e mulheres de diversas instituições do município passaram horas se divertindo ao som da banda do projeto musical E. M. Cantar, show do sertanejo Yuri Luna, números de danças sênior e espanhola, além de se confraternizarem num coquetel.

Presente no evento, o prefeito Nardyello Rocha saudou os participantes, que fizeram questão de posar para fotos ao lado dele e abraçá-lo. Em seu discurso, o chefe do Executivo ressaltou seu compromisso de diálogo com todos os Conselhos do município e enfatizou que o governo continuará a trabalhar pela implementação de políticas públicas mais abrangentes.

“Os recursos financeiros aplicados em convênios com instituições, em projetos desenvolvidos pelas Secretarias Municipais, não são custos para os cofres públicos e sim investimentos. Cada vez que investimos na qualidade de vida dos nossos idosos, dos nossos jovens e crianças, nós produzimos bem-estar e economizamos na saúde, nos atendimentos da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e Hospital Municipal. Não vamos medir esforços para continuar esse trabalho de cuidar de Ipatinga, do nosso povo, contando com a ajuda de todos para fazer um governo cada dia melhor”, enfatizou.

Atualmente, cerca de 8.000 idosos vivem em Ipatinga, conforme o Cadastro Único do governo federal.

LONGEVIDADE

“Nossa longevidade tem se estendido a uma qualidade de vida na terceira idade”, destacou a presidente do Conselho do Idoso de Ipatinga, Carla Andreia Santos. “É muito importante mostrar para a sociedade que a nossa população idosa está muito ativa. Através do poder público, diversos serviços de convivência são ofertados a este público, como atividades físicas, passeios, artesanato. Têm sido positivas estas ações visando atender as pessoas idosas em suas necessidades”, detalhou Carla.

Dona Geralda Maria de Oliveira, de 83 anos, é uma das 53 integrantes do Grupo Renascer, no bairro Limoeiro. Há 20 anos participante na instituição, ela diz que “se deixar a mente parada e ficar pensando no passado, a vida fica muito ruim. É preciso se ocupar e cuidar da saúde. Aqui não tem preguiça, tem é caminhada, ginástica e até dança com pulinho”, brincou.

Você também pode gostar