VidaSaude

Campanha inicia o cadastro de doadores

 A médica Fabiana com as filhas ao fundo durante o cadastro para doação de medula óssea (Crédito: ACS PMT)

TIMÓTEO – “As pessoas têm medo de doar medula por não serem bem informadas. Após me inteirar a respeito dos procedimentos, resolvi participar porque é importante pensar que podemos ajudar a salvar a vida de alguém”, conta Nayara Mercedes, assistente administrativo da Emalto. Esse espírito de solidariedade marcou o sábado (24) em Timóteo com a realização da campanha de cadastramento de doadores de medula óssea.

A iniciativa fez parte das comemorações da Semana do Voluntariado, realizada em parceria pela Fundação Hemominas, Prefeitura de Timóteo, Fundação Emalto e Fundação Aperam Acesita. Os voluntários compareceram à tarde no Centro Educacional Católica do Leste de Minas Gerais, no bairro Timirim, para fazer a coleta de sangue para cadastro no banco de doadores de medula óssea, que é usado como referência mundial para quem necessita de transplante.

O secretário municipal de saúde, Ricardo Martins Araújo, elogiou o trabalho de parceria entre as instituições públicas e privadas para mobilizar voluntários que desejam ajudar ao próximo. “Este evento é de extrema importância, pois estamos fazendo o cadastro dos possíveis doadores de medula. Para o paciente que precisa de um transplante esta campanha é essencial, um ato nobre de solidariedade”, destacou.

SENSIBILIDADE
A média Fabiana Athaíde Martins também se sensibilizou com a campanha. “Estou participando para doar um pouco de vida, se pudermos ajudar de alguma forma é sempre válido. Hoje assisti a uma reportagem em que uma pessoa agradecia ao doador por ter lhe dado a chance de viver novamente”, ressalta a médica, que foi acompanhada das filhas Marcela e Marina.

O cadastro é feito a partir de uma pequena amostra de sangue destinada a realização do exame de histocompatibilidade (HLA) que vai traçar as características genéticas do candidato e verificar a compatibilidade com o receptor voluntário. Os dados pessoais e os resultados dos testes são armazenados em um sistema informatizado que realiza o cruzamento com dados dos pacientes que estão necessitando de transplante.

Em caso de compatibilidade com um paciente, o doa-dor é então chamado para exames complementares e para realizar a doação. O município de Timóteo, em conjunto com a Fundação Hemominas, deverá fazer uma nova campanha de incentivo à doação de medula óssea no final de outubro.

BANCO DE SANGUE
A partir do dia 20 de setembro, a Secretaria de Saúde desenvolverá ações contínuas de apoio à campanha de doação de sangue promovida pela Fundação Hemominas. O município montará uma estrutura para o transporte de doadores ao centro de coleta do Hemominas em Governador Valadares. A intenção é que o envio de voluntários ocorra a cada 40 dias. A campanha visa a coletar bolsas de sangue para abastecer o único banco de sangue existente em Timóteo, que é mantido pelo Hospital Vital Brazil.

Você também pode gostar

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com