Cidades

Secretaria de Saúde alerta para superlotação nas unidades de urgência e emergência

Além de Ipatinga, as unidades são porta de entrada para pacientes de outros 35 municípios da macrorregião.

IPATINGA – A Secretaria de Saúde de Ipatinga lançou um alerta à população, nesta quarta-feira (15), sobre a superlotação nas unidades de urgência e emergência do município. Com uma demanda crescente por serviços de saúde, principalmente relacionada a doenças respiratórias, comuns nos períodos mais secos, as unidades estão operando no limite de sua capacidade, enfrentando dificuldades para atender a todos que necessitam de cuidados médicos urgentes. Além de Ipatinga, as unidades atendem pacientes de outros 35 municípios da macrorregião. As portas de entrada são Hospital Municipal Eliane Martins (HMEM), UPA24h (Unidade de Pronto Atendimento) e Hospital Márcio Cunha (HMC). 

De acordo com o secretário de Saúde de Ipatinga, Walisson Medeiros, a situação requer a colaboração de todos. “Estamos enfrentando uma sobrecarga em nossas unidades de urgência e emergência. É essencial que a população compreenda a gravidade da situação e busque alternativas de atendimento em casos de sintomas leves”, ressaltou.

UNIDADES DE SUPORTA

Diante desse cenário, a Secretaria de Saúde orienta a população a procurar a Unidade de Suporte localizada no bairro Cidade Nobre para casos de sintomas leves, a fim de aliviar a pressão sobre as unidades de urgência e emergência.

“A Unidade de Suporte está preparada para oferecer atendimento adequado a pacientes com sintomas leves, contribuindo para uma distribuição mais equitativa dos recursos de saúde”, explicou o secretário.

O secretário também destacou a importância do apoio e compreensão da população. “Contamos com a colaboração de todos. É fundamental que cada um faça a sua parte, buscando atendimento adequado conforme a gravidade do seu caso”, concluiu.

Você também pode gostar

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com