Esportes

Tigre encara o embalado Araxá em busca da vaga

O artilheiro Jônatas Obina está confiante na conquista de grande resultado fora de casa

 

IPATINGA – Depois de ceder empate ao Tombense em 1×1, no último sábado, o Tigre volta a campo nesta quarta para encarar o líder Araxá, que precisa somente de um empate para assegurar lugar no grupo de elite do futebol estadual em 2013. A partida, válida pela quinta rodada do quadrangular final do Campeonato Mineiro do Módulo II, está marcada para as 20h, no estádio Fausto Alvim. O time ipatinguense, com quatro pontos ganhos e na terceira posição, precisa vencer e ainda torcer por empate ou derrota do Tombense diante do Mamoré, em Patos de Minas, também hoje e no mesmo horário, para decidir a vaga em casa contra o time patense no próximo domingo.
Para a partida desta quarta, o técnico Ney da Matta terá os desfalques do zagueiro Cláudio Luiz, expulso, e o lateral esquerdo Bruninho, com terceiro cartão amarelo.
Os preparativos para jogo desta quarta começaram na manhã da segunda-feira (7), no Lamegão, com um coletivo puxado. O treinador deverá utilizar o zagueiro Pedrão em lugar de Cláudio Luiz; e na lateral o meia Wanderson Duarte foi improvisado na posição.
Para o atacante Jônatas Obina, o importante é estar focado na partida e não perder as chances de marcar.
A delegação ipatinguense viajou para a região do Circuito das Águas no período da tarde da última segunda-feira.
O Araxá está na ponta com dez pontos, seguido do Tombense, Ipatinga e Mamoré, com quatro pontos cada um.
Para a partida desta quarta, o treinador do Araxá, Luiz Eduardo Lima, conta com o zagueiro André Alves e o volante Cafu que voltam após cumprirem suspensão automática. Já meia Evandro não joga por ter levado o terceiro amarelo.

EQUIPES

Araxá: Fred, Osvaldir, André Alves, Felipe Nogueira e Fabiano; Cafu, Zé Maria, Thiago Marin e Vander; Hugo Alexandre e Tiago Pereira. Técnico: Luis Eduardo Lima

Ipatinga
: Bruno; Afonso, Pedrão, Azevedo e Wanderson Duarte; Leanderson, Everton, Leandro Brasília e Wellington Bruno; Jônatas Obina e Gedeon. Técnico: Ney da Matta

Árbitro:
Ronei Cândido Alves, com assistências de Márcio Eustáquio Santiago e Guilherme Dias Camilo.

 

 

Você também pode gostar