Nacionais

Projeto da vereadora Márcia Perozini sobre uso de sal é aprovado na Câmara

IPATINGA – Foi aprovado por unanimidade, em primeira votação, realizada na tarde desta terça-feira (21), na Câmara Municipal de Ipatinga, o Projeto de Lei 20/2017, proposto pela vereadora Márcia Perozini (PMDB), que proíbe a exposição dos saleiros em mesas de bar, restaurantes e similares. O projeto recebeu duas emendas e agora segue para segunda votação.
Se sancionada a lei, o saleiro só deverá ser entregue ao cliente que solicitar. No caso de descumprimento, o estabelecimento poderá sofrer penalidades.
"O objetivo é diminuir o consumo em excesso do produto. Preocupamo-nos com as estatísticas de mortalidade, por conta do uso inadequado do sal. Defendemos a saúde e sabemos que nem sempre as campanhas educativas resolvem os problemas, porque costumamos ser indisciplinados", explica a autora, pastora Márcia.
A parlamentar ainda defendeu a tese de que os brasileiros gastam muito tempo tratando as conseqüências, e não as causas.
“Sofremos os tratamentos médicos, o uso de remédios e o desgaste com a nossa saúde, enquanto poderíamos evitar esses transtornos apenas evitando o uso do cloreto de sódio, que é o grande responsável por dados alarmantes de mortes causadas por hipertensão arterial, que acaba contribuindo para outras doenças”, pontuou a vereadora.
Apesar de toda a repercussão e polêmica que girou em torno do projeto na mídia social, depois da apreciação do projeto, na reunião dessa segunda-feira (20), a matéria ganhou força e apoio dos parlamentares e profissionais da saúde, que entenderam a proposta.
“Na prática, não será proibido o uso do sal, mas sim inibido o acesso ao produto. Vale ressaltar que a lei já foi sancionada em diversas cidades e capitais, inclusive tramita para se tornar federal. A parlamentar está antecipando um beneficio ao município”, explica nota da vereadora.

Você também pode gostar