Cidades

PMT vai fazer diagnóstico das famílias da ‘invasão’

Conforme discutido em reunião, levantamento da situação das pessoas começará hoje pelo bairro Macuco

 

TIMÓTEO – O prefeito Sérgio Mendes (PSB) se reuniu, no final da tarde dessa segunda-feira (9), com representantes das ocupações dos bairros Macuco, Limoeiro e Recanto Verde, para informá-los que será feito um diagnóstico das famílias que estão instaladas nas áreas do município há cerca de 10 dias. Mendes ouviu as reivindicações dos integrantes do movimento e, com o apoio de uma assistente social da Secretaria de Habitação, explicou que uma equipe das Secretarias de Obras e Habitação e Assistência Social estará nas áreas ocupadas colhendo informações de todas as famílias. A partir deste levantamento será feito um cruzamento entre os dados do cadastro já existente no setor de habitação com o cadastro do atual movimento por moradias. “Queremos conhecer a realidade de cada família que está nessa ocupação, saber quem realmente precisa de moradia e quem está ali para tumultuar. Com este levantamento será possível ajudarmos quem de fato precisa. Sabemos que muitas pessoas têm até casa própria e estão invadindo áreas do município. Mas quem realmente precisar terá um acompanhamento de perto”, disse Sérgio Mendes, acrescentando que é preciso fazer ainda um levantamento do que é área de preservação ambiental e o que é área própria para habitação.
Uma tenda será montada nos locais das ocupações e o atendimento se dará através de senhas, que serão distribuídas pelas assistentes sociais. O diagnóstico terá início na ocupação do bairro Macuco e depois se estenderá aos demais locais.
O diagnóstico irá instruir o governo municipal quanto às ações que deverão ser tomadas para, a curto e médio prazo, serem implantados os programas habitacionais que vão disponibilizar moradias populares aos que hoje não tem casa própria.

REINTEGRAÇÃO

O gerente da Defesa Civil, Marx Valgas, também acompanhou a reunião e lembrou aos ocupantes das áreas que o diagnóstico não impedirá o cumprimento da liminar de reintegração de posse dos terrenos.
“Segundo o próprio juiz, um prefeito não tem o direito de doar terras que são do município e tem a obrigação de zelar por elas. Por isso é preciso fazer esse levantamento. Existem critérios a serem respeitados e vão ser. A liminar foi uma decisão judicial e que pode ser cumprida a qualquer momento e nós não podemos intervir”, alerta Marx.

 

Você também pode gostar