Cidades

Nardyello Rocha ressalta espaço democrático e nega terceirização

IPATINGA – Durante a Audiência Pública que discutiu o cercamento do Parque Ipanema, o vereador Nardyello Rocha, que considera a proposta como uma das maneiras de melhorar a segurança no Parque, disse que trata-se de um espaço democrático e negou qualquer possibilidade da iniciativa ser um primeiro passo para a terceirização do espaço público. “Isso é conversa de Boitatá”, garantiu.
O presidente da Câmara entende que a audiência deixou latente a necessidade de melhorar a segurança no Parque. Usuário do espaço, onde faz caminhadas e corridas diárias, Nardyello disse que o parlamento tem que saber ouvir para formar opinião.
Entretanto, ressaltou que o Parque vive realidades distintas dependendo dos horários e das pessoas que o freqüentam. Ele lembrou que na tarde da última terça-feira uma moça atacada e teve seu violino roubado. Felizmente, os ladrões foram presos e o instrumento foi restituído à musicista.
“O que queremos é melhorar a segurança e garantir que as pessoas tenham tranquilidade e paz”, disse, ressaltando que com o objetivo de melhorar o Parque foi autor do projeto que permite o uso de bicicletas nas pistas do seu interior em alguns horários.
“Tem que melhorar a segurança, ninguém falou que tem que cercar”, afirmou, sugerindo uma pesquisa de opinião entre os usuários sobre a questão do cercamento e o uso do Casa do Papai Noel, fora do período natalino, como posto de observação da PM.

Você também pode gostar