VidaSaude

Ipatinga recebe Unidade Móvel de Mamografia

IPATINGA – Durante a programação do “Outubro Rosa”, o acesso a exames de mamografia para prevenção e diagnóstico precoce do câncer está sendo reforçado em Ipatinga. Até a próxima sexta-feira (11), o município recebe a Unidade Móvel de Mamografia, estacionada em frente à Policlínica Municipal, no bairro Cidade Nobre. O serviço é gratuito e voltado para mulheres com idades entre 45 a 69 anos, que tenham realizado o último exame há mais de dois anos.

AGENDAMENTO
A coordenadora das Linhas de Cuidado da Secretaria de Saúde de Ipatinga, Simone Gonçalves, explica que o atendimento na Unidade Móvel será realizado obedecendo a um agendamento prévio na Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência da paciente. “Neste primeiro momento não haverá atendimento de demanda espontânea, já que as vagas são limitadas”, reforça a coordenadora, lembrando que atualmente a rede municipal garante o exame gratuito e sem fila de espera.

A Unidade Móvel de Mamografia é uma iniciativa do governo de Minas Gerais, em parceria com a Prefeitura de Ipatinga. O serviço não funcionará no sábado e domingo, e as mulheres são atendidas com a data e horário previamente agendados pela UBS de referência, até o limite de 50 exames por dia.

REDE MUNICIPAL
Em Ipatinga, a rede municipal de saúde assegura a realização da mamografia de rastreamento para mulheres a partir dos 45 aos 69 anos; já a mamografia diagnóstica é ofertada apenas por solicitação médica em casos de pacientes com idade de 35 a 44 anos, desde que apresentem sintomas ou histórico familiar. O exame pode ser agendado em qualquer UBS de Ipatinga, durante todo o ano.

A profissional da Secretaria de Saúde de Ipatinga explica que, em caso de alterações no exame (diagnóstico positivo confirmado), o município garante o tratamento e acompanhamento gratuito as mulheres. “O importante é a mulher ficar atenta e manter em dia os exames preventivos para garantir sua saúde”, orienta Simone Gonçalves.

SOBRE O EXAME

A mamografia é um exame por imagem, que tem como finalidade estudar o tecido mamário. O equipamento utiliza uma fonte de raio-x, para obtenção de imagens radiográficas do tecido da mama. O exame pode detectar um nódulo, mesmo não palpável, tornando possível descobrir a doença na fase inicial. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer, a cada hora 6 brasileiras recebem a notícia de que têm câncer de mama, que é o tipo de doença que mais mata no Brasil.

Prevenção é rotina
Segundo a médica do trabalho Camila Carvalho Soares, o câncer de mama, quando identificado em estágio inicial apresenta prognóstico mais favorável e a cura pode chegar a 100%. Ela destaca que a forma de prevenção é diferente em cada faixa etária. “Mulheres de 40 a 49 anos devem realizar exame clínico das mamas anual e, mediante alteração, mamografia. Dos 50 aos 69 anos deve ser rotina o exame clínico das mamas todo ano e mamografia a cada dois anos.

Já as mulheres de 35 anos ou mais, com risco elevado, devem realizar o exame clínico das mamas e a mamografia anualmente”, recomenda a médica. Na Aperam, a partir dos 40 anos de idade as empregadas da empresa são submetidas anualmente ao exame clinico das mamas por um ginecologista e a mamografia, de acordo com o Programa Check up Saúde. “Caso exista histórico familiar de câncer de mama precoce, a mamografia é solicitada para a empregada antes dos 40 anos, pelo maior risco da hereditariedade”, afirma Camila.

Luta contínua
A Associação de Assistência às Pessoas com Câncer (AAPEC) é uma organização não governamental, independente e sem fins lucrativos que atua, desde janeiro de 2003, em Ipatinga, com unidades em Governador Valadares (desde 2005) e em Viçosa (desde 2008).

Sendo Ipatinga um polo de referência no tratamento do câncer, A AAPEC estende sua assistência a toda região e cidades vizinhas. O objetivo da Associação é contribuir com a melhoria da qualidade de vida dos pacientes oncológicos através de várias ações.

A instiuição oferece apoio aos pacientes disponibilizando: profissionais tais como assistentes sociais, farmacêuticos, enfermeiros, psicólogos e nutricionistas; medicamentos (não encontrados na rede pública), cestas de alimentos, leite e suplementos especiais; orientações quanto aos direitos do paciente; empréstimo de sutiãs com prótese mamária, cadeiras de rodas e banho e realização de diversos eventos como forma de divulgação e prevenção contra o câncer.

 

 

Você também pode gostar

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com