Cidades

Comissão da sociedade acompanha elaboração do PDDI para a região

(Crédito: Teuller)

 

FABRICIANO – Centenas de pessoas participaram do seminário de lançamento do Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado (PDDI) do Vale do Aço. O evento, sediado pelo Centro Universitário do Leste de Minas Gerais (Unileste), em Coronel Fabriciano, contou com a presença da direção e servidores do Unileste, entidade contratada para elaboração do Plano, acadêmicos, prefeitos, representantes de sindicatos e da iniciativa privada e sociedade civil organizada.

SOLUÇÕES INTEGRADAS

O secretário de Estado de Gestão Metropolitana, Alexandre Silveira, abriu o evento ressaltando que os desafios e as demandas de uma região com características metropolitanas são muitos, e que, por isso, é preciso buscar, de forma integrada, soluções para tais problemas. “É impossível a municípios metropolitanos resolverem, isoladamente, seus problemas ou mesmo traçar seu futuro ignorando o que acontece com os demais componentes do complexo metropolitano. Somente a união e a sinergia podem produzir o que anseia a coletividade. Somos Metropolitanos.

Vivemos, crescemos, deslocamos e interferimos no todo, por isso temos de pensar de forma integrada. A oportunidade de construir o futuro está em nossas mãos”, afirmou o secretário, que lembrou, ainda, que o PDDI é um verdadeiro instrumento de planejamento que dará norte às ações e investimentos das três esferas governamentais na região.

DELEGADOS
No encontro foram eleitos 16 delegados da sociedade civil que irão integrar o Comitê de Acompanhamento do PDDI. Também foram definidos os cinco representantes do Estado e quatro dos municípios para compor o Comitê. A cerimônia, foi marcada também por pronunciamentos de autoridades regionais, além de palestras sobre o desenvolvimento econômico das cidades.

HARMONIA

A prefeita de Coronel Fabriciano, Rosângela Mendes, também presidente da Associação dos Municípios pelo Desenvolvimento Integrado (AMDI), frisou a importância da realização de um trabalho harmonioso e equilibrado visando à diminuição das desigualdades entre as cidades. A sua expectativa e seu esforço é trabalhar pela consolidação das ações da Região Metropolitana e que o PDDI garanta a interlocução das esferas do Estado e dos municípios. A prefeita de Coronel Fabriciano ressaltou que espera que o lançamento do Seminário possa marcar, efetivamente o início de um trabalho capaz de integrar o que de melhor tem na região para o povo e com o povo.

Representantes eleitos
Como representantes da sociedade civil organizada escolheram: dos movimentos populares, Edward Garzon Moreira Cezar, Clenilda Gomes da Cunha, Ederson Martins Caldas, Otacílio Duarte, Arilton Sousa Abreu; das entidades acadêmicas e de pesquisa, Rodrigo Gaiba de Oliveira; das Ongs, Venilson Araújo; das organizações empresariais, Kleber Muratori, Antônio Teixeira Neto e José Maria Facundes; das entidades de classes profissionais, Jorge Ferreira da Silva Filho e Ildon José Pinto; dos clubes de serviços, Jaider Almeida de Morais e Jorge José Ulhôa; do sindicato dos trabalhadores, Carlos José de Vasconcelos Silva e Antônio Ademir da Silva.

Os representantes do Estado de Minas Gerais eleitos foram: Grasielle Bitencourt, da Secretaria de Educação; Nívio Lima, da Secretaria de Transporte e Obras; Marizete Furbino, da Secretaria de Saúde; Werley Geraldo, da Secretaria de Segurança Pública; Edinho Ferramenta, da Secretaria de Desenvolvimento Social. Já como representantes dos Municípios foram eleitos: Vicente de Paula Costa, de Ipatinga; Fabrício de Assis, de Santana do Paraíso; Heyder Torres, de Timóteo; e Luzia Rabelo, de Coronel Fabriciano.

Você também pode gostar