àrea de notificações àrea de notificações àrea de notificações àrea de notificações

Nenhum outro registro encontrado!
Email enviado com sucesso!
Falha ao enviar o email!
08/05/2017 10h18

Desacerto em venda de carro motiva assassinato em Açucena

A Polícia Civil abriu inquérito para apurar a morte de Daniel Roberto de Souza, 21 anos, morto com um tiro no último domingo (7). O crime aconteceu na Fazenda Lagoa, zona rural de Açucena. O motivo do assassinato foi o desacerto na venda de um carro.

AÇUCENA – A Polícia Civil abriu inquérito para apurar a morte de Daniel Roberto de Souza, 21 anos, morto com um tiro no último domingo (7). O crime aconteceu na Fazenda Lagoa, zona rural de Açucena. A vítima foi executada com um tiro na nuca e depois teve o corpo jogado em uma ribanceira.
Daniel Couto Rodrigues Pereira, 26 anos e José Ailson Barbosa Nascimento, o “Paladar”, 41 anos, estão presos acusados de participação no crime. Um terceiro envolvido apontado como o atirador, ainda está sendo procurado pela polícia.
Segundo o delegado de Açucena, Marcelo Castro, as investigações apontam inicialmente que a motivação do crime está ligada a uma negociação de um veículo. Daniel Couto teria feito a venda para uma pessoa sob a recomendação da vítima. Como o veículo não foi pago, o acusado começou a cobrar a dívida de Daniel Roberto e passou a ameaçá-lo.

EXECUÇÃO
Uma testemunha disse à polícia que antes de ser morta, a vítima lhe contou que viu quando Daniel Couto e o terceiro envolvido – que ainda não foi preso – pegar uma arma emprestada de José Ailson Barbosa Nascimento, mas que desconhecia o motivo.
Consta no relato da polícia que após fazer o comentário, Daniel Roberto saiu em uma moto em direção ao Córrego Quenta sol. Em um trecho da estrada foi surpreendido por dois homens armados que o executaram com um tiro na cabeça. A dupla ainda jogou o corpo em uma ribanceira, tentando ocultar o cadáver.
Para a polícia Daniel Couto foi quem pilotou a moto, para o executor que usou a arma emprestada por José Ailson. “Eles arquitetaram este crime bárbaro por motivação fútil e ainda com recurso que dificultou a defesa da vítima. Eles já estão recolhidos no presídio de Açucena e na conclusão do inquérito vou pedir a prisão preventiva deles”, disse o delegado Marcelo Castro.

COMPARTILHAR:
leia Edição Digital
assine agora!
20_09_2017_23_55_28 20_09_2017_23_55_28

últimas

Subir
Descer
» Publicidade
Banner Cenibra inox
PUBLICIDADE

Shopping

topo SIGA Fique por dentro das últimas notícias

Redação

Interag

Av Juscelino Kubitschek, 1290Jardim Panorama Ipatinga-MG / CEP:35164-245 - diariopopular.redacao@gmail.com

Telefone: (31)3827-0369

Google Maps
© 2000-2017. Jornal de Verdade.