Cidades

Vereadores defendem praça de alimentação no Parque Ipanema

Reunião entre parlamentares e comerciantes ambulantes definiu pela solicitação de um encontro com o prefeito para reivindicar nova estrutura no Parque

 

IPATINGA – Os parlamentares Agnaldo Bicalho (PT), César Custódio (PT), Pedro Felipe (PTB) e Roberto Carlos (PV), todos membros da Comissão de Urbanismo do Legislativo, se reuniram na tarde de terça-feira (17) com comerciantes ambulantes que trabalham no Parque Ipanema.
Os barraqueiros relataram aos vereadores que os fiscais de postura da Prefeitura proibiram, desde a semana passada, o uso de mesas e cadeiras no local, inviabilizando assim o trabalho deles.
De acordo com Juscelino Gonçalves, os agentes comunicaram a proibição aos ambulantes com ironia e falta de educação. Caso desobedeçam a proibição, os comerciantes perdem as mercadorias e o “ponto” de trabalho. “Eles chegaram nos tratando mal e falando alto, como se fôssemos bandidos. Ficamos acuados e não colocamos mais as cadeiras”, contou Maria Rosa de Souza.
Em uma reunião anterior, ficou acordado entre os comerciantes e integrantes do governo Robson Gomes (PPS) que seria permitido colocar nas barracas um balcão com bancos para uso dos clientes, assim não seria necessário as cadeiras e mesas. “Quando fomos executar o serviço, os fiscais vieram e nos disseram que o acordo feito era palavra ao vento, e não tinha validade. Voltamos à estaca zero, e agora não podemos atender ninguém”, lamentou a comerciante.
Agnaldo relatou o prejuízo dos ambulantes no final de semana, quando o volume de pessoas que passa pelo Parque Ipanema chega a quase 15 mil pessoas.
“Temos consciência de que as barracas são importantes para quem frequenta o local. Mas defendemos que haja um projeto de revitalização, com melhor estrutura para quem compra e vende. Queremos uma praça de alimentação, com quiosques padronizados”, disse o petista.

ÁGUA E ENERGIA

Os comerciantes também não são contrários à retirada das atuais barracas do local, desde que a Administração Municipal se responsabilize por novas estruturas com rede de esgoto, água encanada e energia.
“Nunca nos recusamos a pagar para trabalhar. Eles podem fazer um projeto que nós nos dispomos a pagar uma taxa. Queremos trabalhar com dignidade e paz. Nas condições atuais digo que é uma humilhação ter que levar água de casa para lavar até mesmo um copo”, disse Ozanan da Costa.
Para discutir a revitalização do Parque Ipanema e a reestruturação da praça de alimentação será solicitada uma reunião com o prefeito Robson Gomes e o secretário de Assuntos Institucionais, Amaury Gonçalves.

Problemas na iluminação também foram lembrados
Ipatinga
– Os comerciantes ambulantes pediram ainda que os vereadores solicitem à secretaria de Obras uma vistoria na iluminação do Parque Ipanema. De acordo com Agnaldo Bicalho, grande parte das luzes está queimada ou então desligada.
“Estive lá no final de semana e constatei uma série de problemas estruturais. Mas o mais emergencial é melhorar a iluminação no local”, avaliou.
Além da iluminação, os parlamentares alertaram para a necessidade de manutenção nos brinquedos playground, diariamente usados pelas crianças.

Você também pode gostar