Cidades

Sine/Sindipa orienta sobre cadastro

De acordo com a gerente Roberta Soares, há muitas oportunidades que não estão sendo preenchidas

IPATINGA – O Sine/Sindipa já é referência em Minas Gerais quanto ao encaminhamento de profissionais para o mercado de trabalho. Porém, o número de cadastros ainda é baixo em relação ao que oferece o mercado de trabalho. Algumas vagas, como na área de prestação de serviços, são difíceis de serem preenchidas por causa da pouca procura de profissionais para se cadastrarem.
De acordo com a gerente do Sine/Sindipa, Roberta Soares, algumas vagas como de açougueiro, padeiro e garçom, não possuem, por parte dos profissionais, a procura esperada. “Tem vagas que estão em aberto há muito tempo, por causa da escassez de mão de obra qualificada”. Roberta explica a solução deste problema pode ser o 1º cadastro. “Nós precisamos que as pessoas venham até o Sine para fazer o cadastro. As pessoas que se candidatarem, se não tiverem qualificação necessária, poderão ser encaminhadas para um curso”, explicou. “Quanto mais pessoas se cadastrarem, mais encaminhamentos ao mercado de trabalho serão feitos”.
Além de oferecer qualificação profissional, o Sine/Sindipa também disponibiliza salas para treinamentos e entrevistas e agendamento para dar entrada no seguro-desemprego.

REDE DE SUPERMERCADO
Neste mês de novembro, uma rede de supermercado irá selecionar trabalhadores para sua nova loja. Esta será uma boa chance para quem está à procura de emprego. “Eles vão selecionar muita gente e precisamos que as pessoas venham conhecer as vagas e se cadastrarem”, explica Roberta. Dentre os cargos, os com maiores dificuldades de preenchimento são o de padeiro, confeiteiro e encarregado de mercearias.
Para se cadastrar, o interessado deve se dirigir ao Sine/Sindipa, que fica na Av. Fernando de Noronha, 90, Areal, em Ipatinga, munidos de CPF, Documento de Identidade com foto, Carteira de Trabalho e PIS.

Você também pode gostar