Cidades

Simulação de emergência mobiliza servidores da CMI

Após a evacuação, os funcionários se encontram no local previamente combinado    (Fotos: ACS/PMI)

 

IPATINGA – Na reta final do processo de certificação pela norma ISO 14001, de gestão ambiental, a Câmara Municipal de Ipatinga realiza várias ações no sentido de se preparar para as auditorias previstas para os próximos dias. São reuniões, treinamentos, palestras, aquisições de equipamentos e até a simulação de uma situação de emergência no prédio do Legislativo.
A sirene que alerta para a necessidade de evacuação dos quatro andares da Câmara soou nesta quinta-feira (17) por volta das 17:00h. Os servidores que participaram recentemente do curso de brigadistas, ministrado por militares do Corpo de Bombeiros, tiveram como missão coordenar a desocupação.

EVACUAÇÃO
Previamente divulgado para todos os servidores da Casa, o plano de emergência prevê que em hipótese nenhuma os elevadores devem ser utilizados. Portanto, a evacuação foi realizada pela escada que dá acesso à saída mais próxima da avenida Maria Jorge Selim de Sales.
Protegida por paredes de alvenaria, com corrimãos dos dois lados e portas corta-fogo em todos os andares, a escada destinada à saída de emergência comportou bem a desocupação do prédio. Servidores e munícipes desceram com tranquilidade e se dirigiram para o estacionamento, local definido como ponto de encontro após a evacuação.
“A simulação apresentou um ótimo resultado, com o prédio sendo totalmente evacuado em apenas seis minutos. Estão todos de parabéns, tanto brigadistas como os servidores, que se portaram adequadamente, como deve ser em uma situação de emergência”, avaliou o superintendente geral da Câmara, Lúcio Aguiar Ferreira.

AQUISIÇÕES
Para destinar adequadamente os resíduos sólidos produzidos, a Câmara de Ipatinga adquiriu conteineres apropriados para armazenar papel, plástico e outros materiais até que tenham sua destinação final. A coleta seletiva já vem sendo realizada em todos os setores, gabinetes e áreas de grande circulação de pessoas. São utilizadas lixeiras para quatro tipos de material: papel, plástico, pilhas/baterias e não recicláveis.
Também foram comprados, e já estão sendo instalados no prédio do Legislativo, vasos sanitários com caixas acopladas de acionamento duplo. O sistema permite uma considerável economia de água. O primeiro botão aciona um dos compartimentos da descarga e libera três litros de água, já o segundo botão aciona os dois compartimentos, liberando seis litros.


Os brigadistas são os últimos a deixar o local, após a realização dos procedimentos-padrão

Você também pode gostar