Cidades

Rosângela Reis defende estabilidade de servidores

BH – Durante reunião da Comissão do Trabalho, da Previdência e da Ação Social da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, a deputada estadual Rosângela Reis (PROS) defendeu a garantia da estabilidade aos servidores que ingressaram no serviço público entre 1983 e 1988. Essa estabilidade está prevista na Proposta de Emenda à Constituição Federal (PEC) 54/99, que tramita na Câmara dos Deputados, e que está pronta para ordem do dia de votação desde 2007.

A presidente da Comissão do Trabalho, deputada Rosângela Reis, fez coro a esta luta para que se possa regularizar uma dívida que o Estado tem com esses servidores. Ela destacou que a busca dessa estabilidade deve ser um compromisso nacional e informou que no dia 10 de junho haverá um ato na ALMG em apoio à PEC 54. “Na próxima semana, irei aprovar requerimento para coletar assinatura dos deputados da Assembleia Legislativa de Minas Gerais para incorporar essa grande luta, que é um causa suprapartidária”, afirmou.

“A PEC 54 é uma correção de uma injustiça silenciada com a Constituição de 1988”, afirmou o presidente da Associação dos Servidores Públicos das Regiões Norte/Nordeste, Gilson Cruz Nunes.

Você também pode gostar