Cultura

Projeto educativo dos Cordéis dos Cafundós invade a escola

IPATINGA – No próximo sábado (28), o projeto educativo dos Cordéis dos Cafundós, após meses de trabalho com professores e alunos da escola pública municipal Said Albeny, de Coronel Fabriciano, apresentará o resultado desta jornada de atividades. O projeto realizado pelo Parangolé Arte Mobilização com o patrocínio da Univale em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Coronel Fabriciano junto à Escola Municipal Said Albeny, inicia seu encerramento e compartilhamento de atividades às 8h20 no pátio da escola, que fica na rua Sete, nº 35, bairro Santo Antônio, Coronel Fabriciano, com uma exposição de cordéis, desenhos e xilogravuras, criados pelos alunos dentro das oficinas em que estes participaram. Em seguida, às 9hs acontece uma apresentação dos alunos declamando seus cordéis seguido da apresentação do espetáculo cênico musical “Cordéis do Cafundó”, do grupo de teatro Parangolé de Belo Horizonte.

O PROJETO

O projeto aconteceu na escola Said Albeny, durante todo este primeiro semestre de 2017 onde aconteceram oficinas de cordéis e xilogravuras com os professores que, em seguida replicaram estes ensinamentos, com seus alunos nas salas de aula. Nesse processo puderam contar com o valoroso apoio da coordenadora pedagógica do projeto, Sirla Alves,que os instigava constantemente e no final dessa pequena jornada foram produzidos livretos com os cordéis e desenhos criados por esses estudantes.
Cascão, cordelista e idealizador do projeto diz que a dedicação dos professores e o envolvimento dos alunos foram ingredientes fundamentais para o sucesso de todo o processo:“É difícil tentar ensinar algo quando as pessoas não querem aprender, mas aqui na região foi diferente. Era gratificante chegar às escolas e ver que durante todos esses meses elas respiraram a cultura dos cordéis, seja na decoração dos corredores, seja na participação em cada uma das etapas do projeto”.
Antes de Coronel Fabriciano o projeto aconteceu também nas cidades de Naque, Peçanha, Belo Oriente e Governador Valadares.

CORDÉIS DOS CAFUNDÓ
“Cordéis dos Cafundó” é um espetáculo que nasce da mente criativa de Cascão, cordelista, teatrólogo e mobilizador social. Seu viés principal é o de conseguir iluminar uma manifestação cultural intimamente ligada à oralidade, ainda muito viva, em um espetáculo que tem como base a história da literatura de cordel e da poesia matuta. O monólogo tem declamações de vários autores populares e algumas de sua autoria. Nos entreatos, a incorporação de manifestações artísticas, como a dança da nêga maluca, mamulengos, projeções audiovisuais numa cenografia telúrica que nos remete ao universo das feiras, das quermesses, dos engenhos. Tudo ao som do Trio dos Cafundó que acompanha o trovador em sua saga pelos recantos da alma sertaneja.

CASCÃO

Palhaço, ator, diretor, dramaturgo e há mais de 30 anos pesquisa e milita com o teatro e a cultura popular. Atualmente coordena o Parangolé Arte Mobilização, grupo belorizontino que desenvolve uma estética da arte pela cidadania.

SERVIÇO

Dia 28 de Outubro, Sábado.
Local: Escola Municipal Said Albeny -Rua Sete, 35, Bairro Santo Antônio, Coronel Fabriciano.

8h20 – Abertura da exposição dos cordéis, desenhos e xilogravuras
9h – Apresentações das crianças da Escola
9h50 – Espetáculo Cordéis do Cafundó.

Você também pode gostar