Cidades

Professores aprovam Congresso de Educação

O Congresso de Educação reuniu cerca de 600 educadores

IPATINGA –
“O Congresso Internacional de Educação acontece em um momento em que a Administração Municipal procura rever os objetivos da Educação na cidade e redefinir seus rumos”. Esta é a avaliação da prefeita Cecília Ferramenta, que marcou presença em evento realizado em Ipatinga, neste final de semana (31/05 e 01/06), no Clube Ipaminas, no bairro Cidade Nobre.

O evento contou com a participação de palestrantes de renome no Brasil e profissionais internacionais, propondo discussões sobre temas diversos, como desempenho educacional, educação inclusiva, neurociência na educação e sociedade contemporânea. “O congresso é uma oportunidade de os professores terem contato com estudiosos da educação que eles conhecem somente por meio de livros ou artigos especializados. Além disto, é um momento de encontro e de compartilhar conhecimentos”, reforça a secretária de Educação de Ipatinga, Leida Tavares, que elogiou a pauta de discussões realizadas no final de semana.

TEMAS ELOGIADOS
A professora da Escola Municipal Deolinda Tavares Lamego, Cíntia Rodrigues, de 32 anos, também elogiou a programação. “Já participei de um evento desse porte em São Paulo, mas em Ipatinga é a primeira vez que vemos uma programação com assuntos atuais e diretamente ligados com nosso cotidiano”, avalia a educadora, que mora no bairro Bethânia. “Os temas trouxeram conhecimentos técnicos e novas formas de lidar com os desafios cotidianos encontrados na sala de aula”, completa.

Mesmo para quem já deixou as experiências em salas de aula do Ensino Fundamental e Médio, como a pedagoga Margarida Braga, de 55 anos, as palestras também foram satisfatórias. “Este congresso renova nos educadores a vontade de lecionar, de formar cidadãos comprometidos com seu futuro e com a sociedade na qual estão inseridos”, destaca a tutora do curso de Pedagogia da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), ministrado no polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB), em Ipatinga, com experiência de 27 anos de atuação na rede municipal.

APRESENTAÇÕES
Além da participação de cerca de 600 professores da rede municipal de Educação, o evento contou com apresentações culturais de alunos das escolas do município: no sábado, a Escola Municipal Altina Olívia Gonçalves, com apresentação do Hino Nacional e uma coreografia da música “Aquarela”, de Toquinho, em libras; e a E.M. Hermes de Oliveira Barbosa, com dança típica do “Boi Bumba”. Já no domingo, encerrando as atividades do congresso, os alunos da E.M. Jaime Morais Quintão apresentaram uma coreografia inspirada na música “Cantiga do Bem Querer”, do CD Timbres, produzido inteiramente com músicas de compositores ipatinguenses.


Margarida Braga: o congresso renova nos educadores a vontade de lecionar; Cíntia Rodrigues: novas
formas de lidar com os desafios cotidianos

Você também pode gostar