Cidades

PMI entrega escrituras e anuncia regularização de quase 12 mil lotes

Robson Gomes entrega a escritura à Dona Geralda, acompanhada do filho Naor   (Créditos: José Barbosa-ACS/PMI)

 

IPATINGA – Cinco famílias que há 12 anos moram na rua Lins, no bairro Veneza, receberam das mãos do prefeito Robson Gomes da Silva (PPS) as escrituras definitivas dos seus imóveis. A reunião para entrega dos títulos de propriedade ocorreu na noite de terça-feira (27), na residência de dona Geralda Ferreira de Jesus, uma das pessoas contempladas com o trabalho de legalização de propriedades promovido pela Prefeitura de Ipatinga.
“Estou alegre de receber a escritura. Luto por isso há muitos anos. Agora estou segura. Todo mundo duvidada desse governo e nós conseguimos”, destacou Dona Geralda, que a exemplo de outros moradores transferiu sua residência para a rua Lins depois que a Prefeitura de Ipatinga decidiu fazer uma intervenção na rua Londrina, próximo ao cemitério Senhora da Paz, onde todos moravam anteriormente. “Há muito tempo aguardando por esse momento, a minha mãe é a que mais comemora essa conquista. Tem bastante tempo que estamos esperando e, graças a Deus, veio no mandato do Robson”, lembrou Naor de Oliveira Neves, um dos filhos de Dona Geralda, que mora em Ipatinga há 48 anos.

ESFORÇOS
Robson Gomes afirmou que o trabalho de escrituração dos imóveis de Ipatinga é resultado da soma de esforços e demonstra a preocupação da atual administração em oferecer oportunidades para o crescimento do município. “Sinto como se eu estivesse recebendo as escrituras. Estou feliz em compartilhar esse momento com as famílias, que passam a contar com seus imóveis de fato e de direito. Temos em Ipatinga quase 12 mil famílias esperando por isso também. Estamos trabalhando para que, através da regularização fundiária, todos sejam contemplados”, anunciou.

HONRA
O líder comunitário Manoel Costa dos Santos, Seu Manoel do Veneza II, não poupou esforços para possibilitar que estas famílias se tornassem oficialmente proprietárias do espaço onde já moram. “Sinto-me honrado de ter cumprido com meu papel. A Prefeitura de Ipatinga teve responsabilidade com esses moradores e agiu rápido no processo”, reconheceu.
“Temos que agradecer muito ao Seu Manoel e o prefeito de Ipatinga, que entenderam nosso drama. Possuir uma casa documentada é um direito que a gente tem”, lembrou Dona Joaquina Maria Isabel da Silva, uma das moradoras contempladas com a escritura do imóvel. Também receberam os documentos: Lucimar Oliveira, Maria José de Oliveira e Maria do Carmo Alves.


Seu Manoel se empenhou para que as cinco famílias recebessem as escrituras

Você também pode gostar