Policia

PF desarticula outra quadrilha em Minas que atuava no tráfico

DA REDAÇÃO– A Polícia Federal deflagrou nessa sexta-feira (30) a Operação Soberba, com objetivo de desarticular mais uma organização criminosa voltada à prática do tráfico internacional de drogas no Mato Grosso.
No início desta semana a PF atuou na Operação Pássaro Branco, que prendeu cinco pessoas em flagrante, suspeitas de fazerem parte de uma quadrilha do tráfico. Quatro dos presos são moradores do Vale do Aço e do Vale do Rio Doce.

Na ação da última quinta-feira (29), foram cumpridos 44 mandados, sendo 11 de prisão preventiva, dois de prisão temporária, 13 de condução coercitiva e 18 de busca e apreensão, nos municípios de Cuiabá (MT), Várzea Grande (MT), Mirassol Doeste (MT), Barão dos Cocais (MG), Inhapim (MG), Coronel Fabriciano (MG), Governador Valares (MG), São Paulo (SP) e Guarulhos (SP).

As investigações se iniciaram há aproximadamente um ano e, de acordo com a PF, a droga era obtida na Bolívia junto a intermediadores atuantes na faixa de fronteira e tinha como principal destino o Estado de Minas Gerais, com ramificações em Portugal e Espanha. No total, foram apreendidos 218 kg de pasta base de cocaína, além de 1 Kg de cloridrato de cocaína, U$ 195 mil, R$ 34 mil, além de diversos veículos.

A Justiça Federal determinou ainda o bloqueio de contas bancárias utilizadas pelos investigados, além do sequestro de bens. O nome da operação se deve à postura dos investigados, com ostentação perante a sociedade e crença na impunidade.

Você também pode gostar