Cidades

Paraíso distribui bolo em comemoração aos 20 anos

    (Crédito: Divulgação)

 

PARAÍSO – “Essa festa vai ficar na história como uma comemoração à altura da população de Santana do Paraíso e dos avanços que a cidade vem alcançando, graças ao trabalho, ao esforço, à dedicação e ao compromisso da nossa equipe de governo e à participação dos moradores.” Com essas palavras, o prefeito Joaquim Correia de Melo – Kim abriu, neste sábado (28), o segundo dia de comemorações dos 20 anos de emancipação do município.
A praça da Matriz, no centro de Santana do Paraíso, ficou lotada neste sábado de manhã, quando foi feita a distribuição do tradicional bolo de aniversário, que neste ano teve 20 metros de comprimento. Em tom de despedida, o prefeito falou da alegria de comemorar a data, já que no dia 31 de dezembro ele deixa o cargo, após oito anos de mandato.
Um verdadeiro batalhão de servidores e voluntários foi mobilizado para o corte e distribuição do bolo e de refrigerantes. O bolo levou três dias para ser feito, e consumiu aproximadamente 200 quilos de farinha de trigo, 20 quilos de açúcar, 20 litros de leite e 1.500 ovos, entre outros materiais.
Durante o corte do bolo de aniversário, em nome dos pioneiros do município, foram homenageados dona Zizi, uma das primeiras professoras de Santana do Paraíso, e o morador Pedro Pires. Um dos momentos mais emocionantes foi a chegada do secretário de Administração e Fazenda, Edir Maestri, saudado pelo prefeito como um dos principais responsáveis pelo sucesso da atual administração.

OBRAS E EQUIPAMENTOS
A programação de aniversário de Santana do Paraíso foi marcada também pelo anúncio de novas obras e entrega de novos veículos e equipamentos para a área de saúde. Antes do corte do bolo, foram entregues dois novos veículos zero-quilômetro e quase R$ 200 mil em equipamentos para as unidades de saúde.
Na sexta-feira à tarde, o prefeito Kim assinou ordens de serviços para a realização de obras de infraestrutura nos bairros São Francisco e Residencial Paraíso. No primeiro, serão investidos R$ 330 mil, em recursos próprios, para drenagem pluvial. Será construída uma rede, com quase 600 metros de comprimento, para captação da água que desce das encostas e atinge as ruas de baixo do São Francisco.

 

Você também pode gostar