Nacionais

Nippon Steel nega que planeja dividir Usiminas

A maior siderúrgica do Japão, Nippon Steel & Sumitomo Metal, disse nesta quarta-feira (1º) que não procedem notícias de que planeja dividir a Usiminas.

Fonte próxima da empresa japonesa disse na terça-feira (31) que a recente mudança de presidente-executivo na siderúrgica brasileira acelerou planos para que os acionistas controladores Nippon Steel e Ternium dividam a empresa.
O jornal japonês Nikkei também informou que a Nippon Steel pretendia realizar conversas sobre a divisão de ativos de produção da Usiminas com a Ternium.

Sergio Leite foi eleito na quarta-feira passada (25) como presidente-executivo da empresa pelo Conselho de Administração.

Diretor comercial da Usiminas e há 40 anos na siderúrgica, Leite foi nomeado presidente-executivo em uma eleição que contou com apoio do grupo Techint, que divide o controle da Usiminas com a Nippon Steel. Ele vai substituir Rômel Erwin de Souza, indicado pela Nippon Steel para seguir no posto.

Segundo a Nippon, envolvida desde então em uma intensa disputa judicial com a Techint pelo controle da Usiminas, a decisão do Conselho da siderúrgica não teve consentimento prévio do grupo japonês. 

Você também pode gostar