Cidades

Natal: prioridade por preço e pagamento à vista

Créditos: Emmanuel Franco

IPATINGA – Os consumidores que irão às ruas nas semanas que antecedem o Natal estarão à procura de preço baixo e optarão por pagar suas compras à vista com dinheiro. É o que revela a pesquisa “Expectativa do Comércio Varejista” realizada pelo Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Bens e Serviços (Sindcomércio) junto a empresários de Ipatinga, Coronel Fabriciano e Timóteo. Os dados ainda apontam que 35,9% dos lojistas entrevistados pela entidade acreditam que as vendas serão melhores em 2015 quando comparadas ao mesmo período do ano passado.

De acordo com José Maria Facundes, presidente do Sindcomécio, o Natal movimenta todos os segmentos do comércio e será importante para que o empresário possa “sair do vermelho”. “Alguns comerciantes do Vale do Aço começaram a ‘puxar’ para frente de suas lojas, já após o Dia das Crianças, os produtos que pretendem vender no Natal. As contratações temporárias atrasaram. Se antes eram feitas em outubro, até para facilitar o treinamento do colaborador, acabaram adiadas em 2015 para novembro. Fato é que o volume maior de vendas em dezembro exige que os empresários reforcem suas equipes”, aconselha.

Os lojistas entrevistados pelo sindicato patronal que estavam otimistas responderam que as vendas serão melhores em 2015 por conta do apelo emocional da data (34,3%) e em função da injeção do 13º salário na econômica regional. 69,5% dos comerciantes afirmaram que o preço será o principal atrativo aos consumidores, além de atendimento diferenciado (11,7%) e a facilidade de crédito (10,4%).

Você também pode gostar