Cultura

Morre o jornalista Joelmir Beting

Joelmir estava internado desde o dia 25, por causa do AVC

SÃO PAULO – Morreu à 1h desta quinta-feira (29) em São Paulo, aos 75 anos, o jornalista paulista Joelmir Beting. Internado há mais de um mês no hospital Albert Einstein, Beting estava em estado de coma, decorrente de um acidente vascular encefálico hemorrágico (AVE) ocorrido no último domingo (25), e respirava com auxílio de aparelhos.

Beting passava por um tratamento para combater uma doença autoimune desde 22 de outubro. O velório do jornalista ocorreu às 8h no cemitério do Morumbi, na zona oeste de São Paulo, e o enterro foi às 14h, no mesmo local.
Nascido em Tambaú (a 255 km de São Paulo), Beting foi um dos pioneiros da imprensa econômica brasileira. Sua coluna diária, lançada em 1970 na Folha, foi publicada durante 34 anos em mais de 50 jornais de todo o país.
Beting também inaugurou o comentário econômico para a rádio e a televisão, com colaborações nas emissoras Record, Bandeirantes, Globo, TV Gazeta e Globonews.

Desde 2004, o jornalista participava do “Jornal da Band”, na TV Bandeirantes.
Ao usar linguagem simples e clara para tratar de temas áridos de economia e finanças, Beting ficou conhecido pela capacidade de “traduzir” o jargão econômico para o público em geral. Ao fugir do economês, foi chamado por alguns críticos, principalmente do meio acadêmico, de “Chacrinha da economia”.

A alcunha não o incomodava. “Não falo para a dona de casa, mas para a empregada dela”, costumava afirmar o jornalista, formado em sociologia pela USP (Universidade de São Paulo).
(Folha de S. Paulo)

Você também pode gostar