Cidades

Lideranças da Agenda de Convergência recebem Marcelo Chara

Mercado, investimentos, meio ambiente e relacionamento com a comunidade estiveram em pauta

IPATINGA – Marcelo Chara, Presidente da Usiminas, participou nessa quinta-feira, 13/06, da 58ª Reunião da Agenda de Convergência para o Desenvolvimento do Vale do Aço (ACVA). Na oportunidade falou sobre Mercado, Investimentos, Meio Ambiente e Relacionamento com a Comunidade.

 “A Agenda de Convergência da FIEMG é uma iniciativa muito relevante e estratégica para o Vale do Aço. Nós, da Usiminas, estamos sempre abertos a diálogos produtivos como esse e focados no compromisso de promover ações que impulsionam o desenvolvimento da região. A partir desses encontros, vemos nascer projetos que podem transformar a vida dos moradores”, ressaltou.

Com mais de 23 mil colaboradores diretos e contratados, sendo 57% em Ipatinga, a Usiminas investiu mais de R$2 bilhões (anual) em massa salarial de colaboradores diretos no Vale do Aço. Apresentou destaques como o recente investimento de R$ 2,7 bilhões com a reforma do alto forno 3 que já aponta resultados como o ganho em competitividade, eficiência operacional e melhoria do desempenho ambiental da Usina.

INVESTIMENTOS

Anunciou também investimentos em Ipatinga com a nova planta de PCI com previsão de 14 meses de obra, um investimento de R$ 600milhões e a geração de 790 empregos, além da reforma da Coqueria 2 que está em andamento, um investimento da ordem de R$950 milhões e 600 empregos gerados.

 “Estamos vivenciando o processo de transformação da Usiminas, com investimentos para melhoria da competitividade e do desempenho ambiental, como a nova planta de PCI e a reforma da Coqueria”.

AÇO CHINÊS

Chara também sinalizou a preocupação com a entrada do aço chinês no Brasil. “Estamos trabalhando nossa competitividade, mas não é aceitável a entrada de aço chinês no Brasil, é uma competição injusta”, pontuou.

O presidente da FIEMG Regional Vale do Aço, João Batista Alves, compartilhou da mesma opinião. “Essa concorrência desleal com o aço da China, além de injusta, coloca em risco o mercado de trabalho do setor no Brasil”, completou.

BOA VIZINHANÇA

Justificou que este ano a Usiminas está priorizando a aceleração da transformação da gestão de Meio Ambiente e Segurança, o Desenvolvimento de talentos – Comitê de Oportunidades, o Ser um bom vizinho, a Estabilidade e excelência operacional, a Competitividade nos custos, a Proximidade aos clientes e a Defesa comercial.

“A Usiminas segue com o compromisso de ser uma boa vizinha, realizando ações voltadas para melhoria do meio ambiente, para o fortalecimento da economia do Vale do Aço como propulsora da indústria local e promovendo investimentos em educação”, disse.

 Luciano Araújo, Coordenador da Agenda de Convergência, agradeceu a oportunidade de diálogo com a Usiminas e parabenizou a transparência na apresentação dos resultados. “A Usiminas é uma das nossas âncoras responsável pelo desenvolvimento do Vale do Aço em todos os âmbitos. Iniciativas como essa de diálogo com lideranças das mais diversas entidades e instituições, só fortalecem a empresa e a região”, concluiu.

Você também pode gostar

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com