Cidades

Legislativo vai debater aumento da criminalidade

 

 

FABRICIANO – Os vereadores aprovaram requerimento de autoria do colega Djalma Eugênio (PT) solicitando a realização de uma audiência pública para discutir a criminalidade no município, que atingiu um patamar alarmante nos últimos meses.
Djalma Eugênio, ao defender a aprovação do requerimento, disse que a audiência será muito importante, “pois nela vamos reunir representantes de todas as áreas policiais e saber o que está sendo feito, além de ouvir sugestões para conter o avanço da criminalidade no município”.
Quase todos os vereadores presentes à sessão usaram a palavra apoiando a iniciativa, destacando o fato de terem sido registrados dezesseis homicídios na cidade, a maioria com indícios de envolvimento com o tráfico de drogas. Horas depois, a 17ª vítima, um rapaz de 24 anos, foi executado em um bar na avenida Pedro Américo, bairro Fazendinha.
Outra questão que motivou a aprovação do requerimento foi o recente episódio das denúncias feitas pelo presidente da Casa, Francisco Pereira Lemos (PSD), da existência de corrupção na Polícia Civil e que resultou até agora no afastamento do ex-delegado regional, João Xingó.
Lemos se manifestou favorável à realização da audiência, pois “é o instrumento democrático mais apropriado em se tratando do Legislativo”, mas disse que não irá participar “a fim de não causar constrangimentos”.
Lemos explicou: “fiz um compromisso com a Corregedoria da PC de não abordar este assunto em público até que as investigações estejam concluídas, mesmo porque depus durante sete horas no Ministério Público e apresentei todas as provas das acusações que fiz, pois não sou de acusar ninguém de forma leviana”.
Além dos representantes das polícias Civil, Militar e do Judiciário, responsáveis pela área de segurança na região, serão convidados entidades de classe, clubes de serviço, associações de moradores, líderes religiosos, comunitários, além do Executivo Municipal.
A data será definida nos próximos dias, pois esta semana o Legislativo de Coronel Fabriciano muda de endereço, passando a funcionar na rua Dr. Querubino, antigo Hotel Bragança, no Centro da cidade.

Ex-delegado é homenageado
Fabriciano
– Na mesma sessão, o vereador Nivaldo Lagares, o Querubim (PDT), apresentou o projeto de Resolução Nº 464, que concede a medalha do “Mérito Legislativo” ao delegado aposentado José Geraldo Lhamas.
Na sua justificativa, Querubim fez um relato sobre o homenageado: “Filho adotivo da cidade de Coronel Fabriciano da qual é cidadão honorário. Cidadão que participa ativamente dos eventos promovidos na cidade, em especial aqueles de iniciativa do Poder Legislativo. Cidadão que sugere, cobra e acompanha os trabalhos dos vereadores à Câmara Municipal de Coronel Fabriciano, influenciando positivamente nos destinos de nossa cidade”.
Formado em Direito pela UFJF – Universidade Federal de Juiz de Fora em 1971, Lhamas trabalhou durante oito anos na Fundação Educacional Machado Sobrinho, que hoje se tornou universidade, como professor e auxiliar do diretor. Ainda na cidade de Juiz de fora, foi professor do Instituto Viana Júnior.
Durante 34 anos, José Geraldo Lhamas exerceu o cargo de delegado de polícia, conquistando a aposentadoria como delegado geral de polícia, cargo que exerceu nos últimos nove anos de sua carreira.
Foi o primeiro delegado de polícia da Polícia Civil na cidade de Governador Valadares. Em sua trajetória de delegado, trabalhou, além de Governador Valadares, nas cidades de Caratinga, Viçosa, Manhuaçu, Juiz de Fora, Cataguases, Miraí, Bicas, Ponte Nova, Ipatinga e Coronel Fabriciano, onde finalizou sua carreira.


O delegado aposentado Geraldo Lhamas foi agraciado com o “Mérito Legislativo”

Você também pode gostar