Policia

Ladrões de Ipatinga roubam joalheria e são capturados

Criminosos limparam toda a vitrine da loja e ameaçaram o proprietário do estabelecimento

 

RIO CASCA – A Polícia Militar de Rio Casca prendeu os três homens que roubaram cerca de R$ 60 mil em jeias e relógios numa relojoaria, no Centro de Rio Casca, na tarde de terça-feira (13). Todo o material foi recuperado, além de um revólver e dois carros usados pelos ladrões.
Os bandidos renderam o empresário H.O.L. e limparam as vitrines. Segundo o relato, os dois homens de estatura mediana, cor branca, usando boné, idade aparente de 18 anos a 35 anos, um deles usando óculos escuros, entraram na loja e perguntaram se o empresário fazia cordão de ouro. Em seguida, um dos bandidos sacou um revólver, apontou para cabeça dele e anunciou o assalto.
O outro assaltante fechou a porta de aço do comércio. Eles amarraram as mãos e pés da vítima, colocaram uma mordaça e começaram a ameaçá-lo com um punhal. Para abrir uma vitrine, um dos bandidos bateu com o cabo de um revólver no vidro. Em dez minutos, levaram todas as joias e relógios.
Os assaltantes utilizaram o veiculo Fiat/Uno, placa GLO-1946, cor vermelha, de Timóteo, para praticar o assalto e fugir do local.

PRISÃO
Equipes da Polícia Militar de Rio Casca, comandadas pelo capitão Wildré Fortunato, conseguiram prender os três envolvidos no crime durante a madrugada de ontem (14). “Foram apreendidos dois veículos e presos dois envolvidos. Um que participou do roubo e outro que deu fuga. O terceiro homem foi encontrado pela manhã no meio de uma mata. Além do revólver, todas as joias roubadas foram recuperadas”, detalhou o comandante da 118ª Companhia de Polícia Militar de Rio Casca.
Os ladrões foram localizados na região do Córrego São Bento, na zona rural de Rio Casca. Segundo o capitão Wildré Fortunato, foram presos Tiago da Silva Ribeiro, 26 anos, Márcio Gomes de Souza, 24 e Valdson Honorato da Silva, 25 anos. Todos de Ipatinga.

Você também pode gostar