Policia

Homem é executado a tiros no Caladão

Corpo de Adão (no detalhe) na varanda do bar: quatro tiros na cabeça   (Crédito: Gizelle Ferreira)

 

FABRICIANO – Um homem foi morto a tiros no início da tarde desta quarta-feira (11), no bairro Caladão em Coronel Fabriciano. Depois de quinze dias de trégua, este é o 18º homicídio ocorrido na cidade este ano.
De acordo com informações colhidas no local pela Polícia Militar, Adão Ribeiro Gonçalves, 47 anos, estava na avenida Iquê, quando foi surpreendido por dois indivíduos em uma motocicleta. Um deles, armado, efetuou vários disparos contra a vítima.
No local havia tantos curiosos que a PM providenciou um cordão de isolamento. A perícia da Polícia Civil esteve no local e como havia muito sangue, foi necessário limpar o corpo da vítima, usando uma mangueira do próprio estabelecimento. O perito Izaque constatou que Adão sofreu quatro tiros na cabeça, um no tórax e um na mão esquerda.

VINGANÇA
A Polícia Militar já trabalha com dois suspeitos, um adolescente de 17 anos e um outro conhecido pelo apelido de “Calhambeque”. De acordo com o cabo Maia, que acompanhou a ocorrência, autor e vítima são vizinhos e tudo leva a crer que o assassinato foi motivado por vingança.
O filho de Adão morreu vítima de um homicídio no ano passado, e segundo a PM, Adão sempre falava que iria vingar a morte do filho. “Tudo indica que foi vingança e nos leva a crer que o assassino do pai seja o mesmo do filho. Porque o Adão falava que ia vingar a morte do filho dele”, disse o PM.

Você também pode gostar