Nacionais

Hackers invadem site da Câmara de Ipatinga

IPATINGA – A página na internet da Câmara Municipal de Ipatinga foi invadida por hackers nesta segunda-feira (16). Os invasores virtuais alteraram uma página onde são divulgadas as sessões solenes e audiências da Casa e publicaram um protesto contra os políticos em geral.

O texto, em Português sofrível, dizia: “Vamos exonerar esta ‘coagia’ (sic) de políticos corruptos, pois “políticos corruptos” é (sic) o mesmo que ladrões, estupradores da saúde pública, assassinos da educação, traficantes de sonhos e esperança de um país melhor para todos. Vamos acabar com esta palhaçada”. A nota termina com a suposta assinatura do invasor.

SEGURANÇA
A invasão foi percebida durante a tarde e logo setor de Tecnologia de Informação do Legislativo foi acionado para resolver o problema, retirando mensagem do ar por volta das 15h. De acordo com os técnicos, o ataque ocorreu em virtude de uma migração nos servidores que estão sendo feitos nos últimos dias com o objetivo, justamente, de aumentar a segurança. O invasor teria modificado um banco de dados dos computadores do Legislativo, mas não fez nenhuma alteração a mais no site, além da registrada.

A Câmara vem sendo alvo constante de tentativas de ataques cibernéticos, sobretudo durante a onda de protestos que ocorreram ao longo de junho e julho deste ano. No entanto, em 2013, apenas uma invasão foi bem sucedida.

REFORÇO

Com relação ao ataque desta segunda, o departamento de tecnologia informou que os computadores do Legislativo ipatinguense deverão passar por reforço para evitar novas invasões. Ainda ontem, os técnicos da Casa iniciaram um trabalho de apuração para saber onde está a falha que possibilitou a entrada de hackers no sistema. Testes e simulações deverão ser feitos ao longo desta semana com o mesmo intuito.

O presidente da Câmara, vereador Ley do Trânsito (PSD), se manifestou afirmando que lamentava o ocorrido, mas que todas as medidas jurídicas cabíveis seriam tomadas para tentar apurar o que levou à invasão.
De acordo com a assessoria de Ley, o sistema conseguiu captar o endereço IP do invasor, podendo saber assim, de onde partiu o ataque. Os advogados do Legislativo também foram informados do ocorrido.

Você também pode gostar