Nacionais

Governo pretende construir 800 aeroportos regionais, diz Dilma

A presidenta Dilma Rousseff e o presidente da França, François Hollande, durante entrevista coletiva no Palácio do Eliseu (Crédito:Roberto Stuckert Filho/Presidência da Republica)

PARIS – A presidente Dilma Rousseff anunciou nesta quarta-feira (12), em Paris, que o governo pretende construir 800 aeroportos regionais no Brasil nos próximos anos.
Em encontro com empresários franceses, a presidente afirmou que a meta do Planalto é ligar todas as cidades médias ou grandes a um terminal próximo.

“Queremos que as cidades com mais de 100 mil habitantes tenham aeroportos no máximo a 60 quilômetros [de distância]. Pretendemos ter um programa de aviação regional muito forte”, disse.
Segundo Dilma, o país tem dimensões continentais e enfrenta um gargalo de infraestrutura. “Os números no Brasil geralmente são muito grandes. Nós pretendemos fazer 800 ou mais aeroportos”.

A presidente não especificou o volume de investimentos que deve ser destinado para o programa. Indicou apenas que o governo usará recursos de novas outorgas de grandes aeroportos para o esforço previsto na aviação regional.
Ela afirmou ainda que pretende continuar a licitar grandes terminais para a iniciativa privada, mantendo a Infrarero com 49% do controle acionário.

A presidente reiterou a intenção de reproduzir nas novas concessões o modelo já adotado em Viracopos, Guarulhos e Brasília, com a ressalva de uma exigência maior em relação à experiência das empresas interessadas.
Ainda no setor de infraestrutura, Dilma prometeu unificar os órgãos que atuam nos portos e prometeu fazer em 2013 todas as licitações planejadas no setor de ferrovias.

Você também pode gostar