Esportes

Galo vira de novo e mantém liderança absoluta

Guilherme fez o teceiro gol, colocando o Atlético em vantagem pela primeira vez no jogo

 

Mais uma vez de virada, o Atlético se manteve líder absoluto do Campeonato Mineiro ao golear o Nacional por 4 a 2, neste sábado, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. Marcos Rocha, André (2) e Guilherme fizeram os gols alvinegros, com Alex Maranhão e Éder marcando para a equipe de Nova Serrana.
Com o sexto triunfo consecutivo, o Galo continua com 100% de aproveitamento na temporada e chegou a 18 pontos no Estadual. Na próxima rodada, o adversário será o Villa Nova, domingo, no Castor Cifuentes.
Antes do duelo em Nova Lima, o desafio será a estreia na Copa do Brasil, nesta quarta-feira, diante do Cene. a partida acontecerá no estádio Fredis Saldivar, mais conhecido como Douradão, em Dourados-MS.

O JOGO

O Atlético teve a primeira chance na falta sofrida por André e a cobrtança de Richarlyson ficou na barreira. Aos dez minutos, o árbitro marcou pênalti de Marcos Rocha sobre Éder, Alex Maranhão fez a cobrança e abriu o placar para o Nacional.
A reação atleticana foi imediata. Dois minutos depois, Marcos Rocha acertou um belo chute cruzado de fora da área e empatou a partida: 1 x 1.
Logo depois do gol, André arriscou de fora da área e a bola saiu com perigo à direita do goleiro. O Atlético voltou a levar perigo no bom cruzamento de Richarlyson para Carlos césar, que foi travado no momento da finalização.
Aos 24 minutos, Leandro Donizete tabelou com André na entrada da área pela direita e tentou concluir, mas foi travado pelo zagueiro. No ataque seguinte, Amndré fez tentativa de voleio, para fora.
O Galo pressionava e fez nova tentativa no cabeceio de Réver para fora, após cobrança de escanteio de Escudero pela esquerda. Aos 32 minutos, Marcos Rocha cobrou falta para a área e o goleiro Raniere saiu de soco para afastar o perigo.
Aos 38 minutos, Escudero cobrou falta pela direita e André desviou de cabeça, exigindo grande defesa do goleiro Raniere. Em nova chance alvinegra, André recebeu passe de Marcos Rocha pela direita e chutou cruzado para fora, naquela que foi a última oportunidade de gol da etapa inicial.

SEGUNDO TEMPO

O técnico Cuca promoveu uma alteração no intervalo, substituindo Carlos César por Mancini. No primeiro ataque atleticano, Escudero tabelou com Guilherme e finalizou rasteiro, mas a bola saiu rente à trave.
Aos onze minutos, Éder fez o segundo gol do time de Nova Serrana. Assim como no primeiro tempo, o Atlético deu uma resposta rápida e empatou aos 14 minutos com o artilheiro andré, que recebeu grande passe de Guilherme e tocou fora do alcance do goleiro: 2 x 2.
O terceiro gol alvinegro quase saiu instantes depois com escudero, que invadiu a área pela esquerda e concluiu por cima do gol. Aos 23 minutos, Neto Berola entrou no lugar de Fillipe Soutto.
Aos 23 minutos, em jogada iniciada por Neto Berola, a bola sobrou para Guilherme na grande área e ele chutou no alto para virar o marcador e colocar o Atlético em vantagem pela primeira vez no jogo: 3 x 2.
Dois minutos depois, Neto Berola fez grande jogada pela direita e cruzou na medida para André cabecear e ampliar a vantagem atleticana: 4 x 2.
O Atlético seguiu pressionando e levou grande perigo no chute de fora da área do argentino Escudero, defendido pelo goleiro Raniere. Em seguida, Guilherme foi substituído por Danilinho.
Mancini teve boa chance aos 36 minutos, após passe de Escudero, mas a finalização foi defendida pelo goleiro Raniere, que voltou a fazer boa intervenção aos 47 minutos, na finalização de André.
Mais uma grande vitória do líder absoluto da competição.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO 4 x 2 NACIONAL
Motivo: Campeonato Mineiro – 6ª rodada
Data: 10/3/2012
Estádio: Arena do Jacaré
Cidade: Sete Lagoas (MG)
Gols: Alex Maranhão (10′), Marcos Rocha (12′), Éder (56′), André (59′) (70′), Guilherme (68′)
Público: 3.659
Renda: R$ 60.560,00
Árbitro: Cleisson Veloso Pereira
Auxiliares: Mauro Antônio Ferreira Santos e Marcelo Francisco dos Reis
Cartões amarelos: Fillipe Soutto, Guilherme (Atlético); Alex Maranhão, Wellington, Marcão (Nacional)

Atlético

Renan Ribeiro; Marcos Rocha, Rafael Marques, Réver e Richarlyson; Fillipe Soutto (Neto Berola), Leandro Donizete, Carlos César (Mancini) e Escudero, Guilherme (Danilinho) e André. Técnico: Cuca.

Nacional
Raniere; Eber (Arilton), Luizão, Wellington e Rodrigo; Lucas Silva, Jean Cléber, Marcão e Alex Maranhão (Juninho Frizzi); Reinaldo Alagoano (Sebá) e Éder. Técnico: José Ângelo.

(As informações são do site do Clube Atlético Mineiro)

Você também pode gostar