Policia

Empresários são alvos de novo golpe no Vale do Aço

IPATINGA – Associados da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga (Aciapi) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Ipatinga alertam para um golpe aplicado aos empresários da região.
Desta vez, foi relatada a tentativa de uma empresa especializada em marketing digital em coletar dados de modo inapropriado. Segundo o empresário, o contato foi realizado em nome de uma grande operadora de celular, no qual solicitava uma atualização cadastral com o preenchimento de um formulário enviado via e-mail.
Ao perceber que o endereço de e-mail não correspondia com o da empresa de telefonia, o empresário constatou que a atualização cadastral era, na verdade, um contrato no valor de R$ 300,00 mensais por três anos.
A vítima entrou em contato com a agência, que não quis estabelecer um diálogo. “Ao questionar tive o telefone desligado em minha cara pela atendente. Entrei em contato novamente informando que faria denúncia a Polícia Civil de São Paulo”, informou o empresário que não quis se identificar.
O associado formalizou a denúncia na 3ª Delegacia de Polícia Civil de Campos Elíseos, por ser a mais próxima da empresa golpista. A Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga (Aciapi) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Ipatinga, alertam sobre os golpes que são praticados constantes contra a classe empresarial.

CUIDADO

O presidente da Aciapi, Cláudio Zambaldi, afirma que os dados da empresa e pessoais só devem ser passados quando confirmado a idoneidade do serviço a ser executado. “Estes golpes estão cada vez mais comuns, contudo, muita gente ainda é vítima. É preciso estar atento e checar as informações em contatos seguros antes de passar qualquer informação sobre o seu empreendimento e dados pessoais”, pontua Cláudio.
Para o presidente da CDL de Ipatinga, José Carlos de Alvarenga, é necessário alertar toda a equipe para o compartilhamento de informações. “Questões relacionadas à empresa devem ser compartilhadas com muitas restrições. É necessário alertar todos os funcionários para não passar os dados a terceiros de forma displicente. Ações descuidadas podem se transformar em grandes prejuízos para as empresas”, aponta José Carlos.

Você também pode gostar