Cidades

Comerciários iniciam campanha salarial

IPATINGA – A negociação coletiva dos comerciários de Ipatinga teve início nesta terça-feira (7). Os diretores do Sindicato dos Empregados no Comércio de Ipatinga (SECI), Aurélio Moreira e Magali Bicalho, entregaram a pauta de reivindicações no Sindcomércio e agendaram a primeira reunião com os patrões. “Ao entregarmos a Pauta ressaltamos a nobreza da função de dirigentes sindicais de ambas as partes, a necessidade de dialogar em alto nível. Manter os direitos já conquistados e buscar meios de ampliar os direitos, não só nas cláusulas econômicas, garantindo um reajuste com ganho real, bem como incluir novas cláusulas sociais”, afirma o Coordenador Geral do SECI, Aurélio Moreira. O sindicalista ressaltou ao sindicato patronal que a melhoria nos salários e nas condições de trabalho e vida dos comerciários resulta diretamente na qualidade do atendimento, com consequente melhoria inclusive nos ganhos das empresas do comércio.

A pauta de reivindicações dos empregados do comércio de Ipatinga contém 73 itens que foram sugeridos, discutidos e aprovados pelos trabalhadores da categoria em duas assembleias. Dentre as principais reivindicações dos comerciários estão:

  • . Piso salarial de R$1.230;
  • . 15% de reajuste para salários superiores ao piso comercial;
  • . Garantia mínima ao comissionista puro no valor de R$1.276;
  • . Abono na remuneração do mês de dezembro no valor de R$300;
  • . Adicional de 5% sobre o salário-base para cada ano de serviço prestado pelo empregado ao mesmo empregador;
  • . Vale refeição diário no valor de R$16,50;
  • . Isonomia salarial entre homens e mulheres que prestem serviços ao mesmo empregador, exercendo idêntica função.

O documento na íntegra está disponível no link Acordos do site www.seci.com.br. Os direitos negociados pelos sindicatos formarão a Convenção Coletiva de Trabalho no Comércio de Ipatinga, que entra em vigor a partir de 1º de outubro, data-base da categoria.

Você também pode gostar