Cultura

Clássicos da MPB em noite dedicada ao Clube da Esquina

Cláudio Venturini e Telo Borges, remanescentes do Clube da Esquina, se apresentam na Fundação Acesita nesta sexta

 

TIMÓTEO – Na noite da próxima sexta-feira, dia 20, às 20h30, o Teatro da Fundação Aperam Acesita, recebe o espetáculo “Duas Histórias, Uma Esquina…”, encabeçado por Cláudio Venturini e Telo Borges, dois remanescentes do Clube da Esquina, lendário grupo de músicos e compositores que fizeram história no mundo da música. O show é o encontro de uma amizade musical para lembrar as canções que o tempo não conseguiu apagar. Telo, irmão de Lô Borges e Márcio Borges, e Cláudio, irmão de Flávio Venturini, da banda 14 Bis, foram testemunhas oculares dos anos lúdicos que revelaram ao Brasil a música do clube da famosa esquina mineira. A apresentação chega ao Vale do Aço por meio do projeto Música Sem Fronteira, patrocinado pela Aperam South America por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

CLUBE DA ESQUINA

No início dos anos 60, em Belo Horizonte (MG), jovens músicos começaram a se encontrar na cena musical da capital mineira. Eles produziam um som que fundia as inovações trazidas pela Bossa Nova a elementos do jazz, do rock’n’roll – principalmente The Beatles –, de música folclórica dos negros mineiros e alguns recursos de música erudita e música hispânica.
Nos anos 70, esses artistas tornaram-se referência de qualidade na MPB pelo alto nível de performance e disseminaram suas inovações e influência a diversos cantos do país e do mundo. Entre vários grandes artistas que fizeram parte desse grupo estão Milton Nascimento, Lô Borges, Beto Guedes, Toninho Horta, Flávio Venturini, Wagner Tiso, entre outros.

Você também pode gostar