Cidades

Cartórios atendem 4,5 mil pessoas

Movimento nos cartórios eleitorais foi intenso nos últimos dias que antecederam o fim do prazo   (Crédito: Nadieli Sathler)

 

IPATINGA – Os dez dias de atendimento intensificado nos três cartórios eleitorais estabelecidos na comarca de Ipatinga registraram alto número de atendimentos. Na última quarta-feira (09), foi encerrado o prazo para emissão ou transferência do título de eleitor. No total, mais de quatro mil e quintas pessoas foram atendidas. E o cartório da zona 348 foi o que registrou o maior número de atendimentos.
Para Deusmiro Brasil, chefe do cartório da 348º zona eleitoral, a comunidade atendeu ao chamado dos cartórios e aproveitou os últimos dias para regularizar o título de eleitor. “O nosso balanço nesses últimos dias foi muito positivo. Só no cartório que represento registramos mais de 500 novos títulos. As pessoas realmente compareceram aos cartórios e conseguiram regularizar a situação ou obter o título”, contou Deusmiro.
Para ele, o único desconforto foram as grandes filas que se formaram nos últimos dias de atendimento. “O lastimável foram as filas, muitas pessoas ficaram insatisfeitas, mas isso foi consequência de deixar pra última hora. O importante é que conseguimos atender a um grande número de pessoas”, considerou.
Os números do cartório que Deusmiro representa foram: 513 novos títulos, 654 transferências, 157 regularizações e 42 segundas vias, totalizando 1366 atendimentos nos últimos dez dias. Somando-se o atendimento dos três cartórios, 4.500 pessoas foram atendidas.

ATENDIMENTO

De acordo com Deusmiro, a legislação eleitoral prevê ainda a continuidade de um único atendimento, a emissão de segunda via de título eleitoral. “Até dez dias antes do processo eleitoral é permitido que os eleitores procurem o cartório para emitir a segunda via do título. Mas apenas esse serviço é permitido, os outros serviços não terão mais prazo para serem oferecidos”, explicou Deusmiro.

VOTO FACULTATIVO

O chefe da 348º acredita que o grande número de novos títulos se deve ao fato de adolescentes maiores de 16 anos e menores de 18 estarem dispostos a votar pela primeira vez. “As eleições municipais contribuem muito para que o assunto esteja em alta, e por isso muitos pais dentro de casa estão comentando sobre a situação da cidade e de como mudar isso. Com essa discussão, é de se esperar que esse eleitor seja consciente e venha com o sentimento de exercer cidadania com bastante respeito”, concluiu Deusmiro Brasil.

Segunda via
O eleitor que precisar tirar a segunda via do título sem fazer alterações deve comparecer, até o dia 27 de setembro, no seu cartório eleitoral com um documento oficial de identificação com foto. Vale lembrar que para solicitar o documento em cartório diferente daquele em que está inscrito, o pedido deve ser feito até o dia 8 de agosto. Nesse caso, o título não será entregue na hora.
Em caso de dúvidas, o Disque-Eleitor (148 ou 31 3291-0004) continuará atendendo, de segunda a sexta-feira, de 7 às 19 horas.

Perdeu o prazo?
Quem tem mais de 18 anos e perdeu o prazo legal para tirar o primeiro título ou não está em dia com as obrigações eleitorais deve esperar a reabertura do cadastro, após o segundo turno das eleições, e comparecer à Justiça Eleitoral para regularizar a situação. Nesse caso, será cobrada uma multa cujo valor é definido pelo Juiz.

Você também pode gostar