Cidades

Câmara muda lei para permitir criação de acervo histórico

Matéria foi aprovada na reunião ordinária desta segunda-feira

 

TIMÓTEO – Em reunião ordinária na tarde desta segunda-feira (16), a Câmara de Timóteo aprovou, em primeira votação, o projeto “Resgatando a História dos Bairros”, de autoria dos vereadores Marcílio Magalhães e Willian Salim.
O objetivo é preservar a identidade de cada bairro com seus aspectos culturais e familiares. Segundo Salim, a alteração do artigo 2º da Lei 2.909 foi necessária para adequar a lei à nova estrutura Administrativa do Executivo Municipal, que conta, atualmente, com a Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, que será a responsável pela coordenação do projeto.
A lei trata da criação de um acervo regional histórico para desenvolver a história da criação dos bairros, através de pesquisas de documentos, artefatos e relatos dos moradores da região; catalogar e realizar exposições de fotos, documentos e artefatos que fizeram parte da história dos bairros; registrar a evolução e o desenvolvimento urbano, socioeconômico e cultural dos bairros e criar um banco de dados catalogando os artistas locais, bem como os materiais colhidos durante a pesquisa (jornais regionais, vídeos, documentários, livros e outros documentos de valor histórico do bairro). Todo o acervo ficará à disposição para consulta na Casa de Memória e Pesquisa do Legislativo de Timóteo.

Você também pode gostar