Cidades

Câmara de Fabriciano aprova contas de 2010 do Executivo

O plenário nas reuniões de terça-feira à noite: vereadores tiveram sessão ordinária e extraordinária

 

FABRICIANO – A Câmara Municipal de Coronel Fabriciano realizou na noite desta terça-feira (15) duas sessões, extraordinária e ordinária, respectivamente, na nova sede da rua Dr. Querubino, centro da cidade.
Cumprindo o que determina o regimento interno, o presidente da Casa, Vereador Francisco Pereira Lemos (PSD), convocou a sessão extraordinária para apreciar e votar o parecer da Comissão de Finanças, sobre a recomendação prévia do Tribunal de Contas do Estado, relativo à prestação de contas do Executivo Municipal no exercício de 2010, sendo a matéria aprovada por unanimidade com duas abstenções.
Realizada em seguida, a sessão ordinária foi marcada pela aprovação de vários projetos e ainda pela rejeição (por seis votos contrários e três favoráveis), do PL 2161, de autoria da vereadora Andréia Martins Botelho (PSL), que pretendia disciplinar o descarte, recolhimento e destinação de medicamentos vencidos, com a intenção de proteger o meio-ambiente.
Proprietário de farmácia no município, o vereador Natalino Moraes (PSD) liderou o grupo dos seis vereadores que votaram contra a matéria, alegando “que já existe uma lei federal regulamentando o assunto e hoje os proprietários de estabelecimentos farmacêuticos pagam duas taxas para que seja feito o recolhimento dos medicamentos”.

SAÚDE
Foi aprovado requerimento do vereador Vanderlei Cupertino Canídia (PT), vice-presidente da Mesa Diretora, solicitando a marcação de audiência pública para discutir a situação do atendimento em Coronel Fabriciano do IPSEMG – Instituto de Previdência dos Servidores Estaduais -, nas áreas de laboratório e consultas médicas. Segundo o vereador, o sistema “entrou em completo colapso depois do fechamento do Hospital Siderúrgica, causando inúmeros prejuízos e transtornos às centenas de servidores do estado na região”.

OUTROS
Por iniciativa do Vereador Marcos da Luz (PT), líder do governo, foram aprovados dois projetos que tornam de utilidade pública a AMAVAÇO – Associação de Futebol Master do Vale do Aço e o Conselho da Comunidade de Coronel Fabriciano.
Dois projetos de resolução apresentados pela vereadora Andréia Martins Botelho também foram aprovados, concedendo título de “cidadania honorária” ao empresário Clésio Andrade, ex-vice-governador do estado e medalha do “mérito legislativo” ao vereador Nilton Manoel, recordista de mandatos em Ipatinga.
O vereador Nivaldo Lagares (PDT), o Querubim, teve aprovado por unanimidade o PR 472 de sua autoria, que dispõe sobre a realização de reunião solene de comemoração aos 80 anos de fundação da seção Minas Gerais da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil e 37 anos da 9ª Subseção da OAB de Coronel Fabriciano.

Audiência pública sobre Plano Diretor será no dia 6 de junho
Fabriciano
– O PL 2168, que institui o Plano Diretor no município, não entrou na pauta mais uma vez, aguardando a realização de audiência pública, solicitada através de requerimento apresentado pelo vereador Marcos da Luz (PT), líder do governo na Casa, também assinado e apoiado pelos vereadores Adriano Martins, Luciano Lugão, Vanderlei Cupertino Canídia, Djalma Eugênio, Natalino Moraes e Wailson Lima Madeira. Por decisão do presidente da mesa diretora, vereador Francisco Lemos, a audiência pública foi marcada para o dia 6 de junho próximo.

Você também pode gostar