Cidades

Bom Jardim volta a receber obras e investimentos

O Parque Samambaia é a principal reserva ambiental do Bom Jardim e recebe atenção especial da comunidade

IPATINGA – Um dos bairros mais populosos de Ipatinga, com quase 20 mil habitantes, o Bom Jardim voltou a receber obras importantes de infraestrutura depois de muitos anos. Desde 2014, os investimentos começaram a ser intensificados pela Prefeitura com objetivo de elevar a qualidade de vida dos moradores, em parcerias mantidas com os governos Estadual e Federal. A Administração Municipal está urbanizando áreas residenciais em loteamentos populares, recuperando áreas de risco, fazendo reformas em escolas e unidade de saúde e, também, instalando novos equipamentos esportivos e de lazer para a comunidade.

Atualmente, pelo menos quatro frentes de obras estão em andamento no bairro. Em uma delas, com financiamentos obtidos junto ao Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, no programa BDMG Urbaniza, a Prefeitura investe mais de R$ 1 milhão para beneficiar as comunidades do Serra Dourada e Zé Cornélio. Os projetos incluem pavimentação de vias, sistemas de drenagem e tratamento pluvial.

No Serra Dourada, a Administração construiu e já entregou à comunidade uma quadra poliesportiva coberta, com investimentos do Ministério do Esporte, para atender uma reivindicação antiga dos moradores. Agora, também, estão assegurados recursos estaduais para fazer a urbanização da Passagem Maranta e das Ruas Celósia, Brinco de Princesa, Girassol e Rosa Azul, localizadas no entorno da nova quadra.

Os projetos já estão em andamento, para construção de drenagem, instalação de meios-fios e pavimentação dessas vias. O morador Francisco Rodrigues, de 65 anos, acompanha o ritmo das obras e comemora. “Antes não havia nada, só um beco. Mas agora a rua está ganhando forma, principalmente depois da construção da quadra, e por isso a comunidade só tem que aproveitar os novos tempos”, avaliou o morador da Rua Girassol, que vai ser toda asfaltada.

URBANIZAÇÃO COMPLETA
Na comunidade Zé Cornélio, os investimentos do BDMG Urbaniza são destinados para a conclusão das obras de pavimentação da Rua Chuva de Prata (antiga Rua A). O projeto foi iniciado pela Prefeitura, com recursos próprios, após ser indicado pelos moradores no Orçamento Participativo de Ipatinga (Compor), mas teve de ser paralisado por causa da crise econômica que atingiu o município nos últimos dois anos. Com os novos recursos estaduais, além de terminar as intervenções na principal via do loteamento, a Administração vai pavimentar as Ruas Jasmim Azul, Rosa Amarela e Lavanda.

Em outra frente de parceria com o Governo de Minas, por meio de convênio da Secretaria de Estado de Transporte e Obras Públicas (Setop), a Prefeitura de conseguiu mais R$ 600 mil para completar a urbanização de todas as ruas do Zé Cornélio. As intervenções serão executadas nas Ruas Flor de Brilhantina, Flor Cássia Imperial e Copo de Leite.

SOLUÇÕES DEFINITIVAS
Também com recursos obtidos junto à Setop, da ordem de R$ 95 mil, a Prefeitura dá andamento aos trabalhos de pavimentação da Rua Joaquim Gonçalves Rosa, na comunidade Zé Pedrinho. O projeto elaborado pela Secretaria Municipal de Obras Públicas (Semop) prevê asfaltamento da pista, instalação de rampas de acessibilidade, meios-fios e sarjeta.

Na Rua Rosa Vermelha, uma situação de risco que ameaçava moradores há anos foi resolvida com a construção de um muro de contenção, que permitiu a reabertura para o trânsito de veículos. As obras foram indicadas pela população no Orçamento Participativo de Ipatinga (Compor) e realizadas pela Prefeitura com recursos próprios do município.

Em maio deste ano, a Prefeitura já havia concluído e entregue aos moradores duas obras grandes de recuperação de áreas de risco no Bom Jardim. As intervenções no Beco Marcela e na Rua Francisca Constâncio incluíram a construção de muros, drenagens e restaurações de vias. Os projetos foram executados com recursos do Ministério da Integração Nacional, dentro do Plano de Reconstrução de regiões do município que sofreram maiores danos em decorrência das chuvas do final de 2013.


Beco Marcela, antes considerada área de risco….


… e depois das obras realizadas pela PMI com recursos do governo federal


Ações valorizam a qualidade de vida

Ao mesmo tempo em que promove obras importantes de infraestrutura urbana, a Administração Municipal também investe em ações que valorizam a qualidade de vida da população no Bom Jardim, a exemplo do que faz em toda cidade. Principal reserva ambiental do bairro, contando com 131 mil metros quadrados, lago, nascente e uma porção remanescente de Mata Atlântica, o Parque Samambaia recebeu novas placas de sinalização e plantio de árvores nativas, em iniciativas com o apoio da própria comunidade.
Os investimentos também estão voltados para melhorar a prestação de serviços essenciais aos moradores. Aguardadas há muitos anos pela comunidade, as obras de reforma estão sendo finalizadas na Unidade de Saúde do Bom Jardim, que já funciona em melhores condições. Contando com recursos federais, a Prefeitura fez a ampliação da farmácia, troca de telhados, reparos de redes hidráulica e elétrica e uma pintura completa no prédio.
Dentro das prioridades definidas no Orçamento Participativo da Educação, a Prefeitura já concluiu as obras em duas unidades de ensino do Bom Jardim. As intervenções beneficiam a Escola Municipal Estrelinha Azul, na cobertura do pátio externo, e na Escola Municipal Levindo Mariano, onde os serviços foram concentrados na reforma de um muro, melhorias no parquinho e construção da cobertura na travessia entre o prédio e a área anexa.


A nova quadra coberta do Serra Dourada já é utilizada pela comunidade

Esporte e lazer
Em setembro de 2014, com o apoio do Ministério da Saúde, a Administração inaugurou a Academia da Saúde do Bom Jardim, que conta hoje com cerca de 500 moradores frequentes em atividades semanais, orientadas por profissionais de Educação Física. O projeto incluiu até uma sala de apoio ao Posto da Polícia Militar que atende a comunidade local. Os equipamentos de ginástica estão dispostos numa área da Praça Valdomiro Serafim da Costa, a principal do bairro.
Já as obras de reforma do Ginásio Poliesportivo Fernando Perpétuo Luciano “Fefezão” vão atender moradores do Bom Jardim, Esperança e Ideal. O projeto está sendo executado com recursos do Ministério do Esporte, totalizando aproximadamente R$ 380 mil.
Além da recuperação do ginásio, interditado há vários anos por problemas de conservação e depredação, serão realizadas melhorias em banheiros e vestiários, pintura de áreas interna e externa, restauração do sistema de drenagem e telhados e instalação de exaustores. Após essa fase, a comunidade vai ganhar uma nova rampa para a prática de skates, patins e bicicletas numa das regiões mais populosas e importantes de Ipatinga.

Você também pode gostar