Cidades

Boa gestão garante único candidato em Jaguaraçu

O prefeito Márcio Lima atribui o desinteresse de seus concorrentes à sua boa gestão

 

JAGUARAÇU – Enquanto nas outras 25 cidades do colar da Região Metropolitana do Vale do Aço (RMVA) os candidatos estão se digladiando, o atual prefeito de Jaguaraçu, Márcio Lima de Paula (PR), faz a campanha absolutamente tranquila. Isto porque é o único candidato a prefeito nas eleições de 2012. Na pequena cidade com pouco mais de 3 mil habitantes e 2,7 mil eleitores, nenhum outro postulante se candidatou para disputar as eleições majoritárias.
Pela lei, se o número de votos nulos for maior que 50%, a eleição pode ser anulada. Caso a eleição seja anulada, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) tem um prazo de até 40 dias para marcar uma nova eleição. No País, são 122 municípios nessa situação e, em Minas, Jaguaraçu faz parte de um grupo de 21, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)
Márcio Lima, que também é empresário do ramo de pré-moldados, é candidato à reeleição junto com seu vice Joaquim Coelho Gonçalves (PDT). Ele atribui o fenômeno à sua boa administração, que conquistou vários prêmios pelos excelentes indicadores.
Além do reconhecimento pela qualidade na prestação de serviço, tais como o Voice, instituído pela Tabulare Pesquisa & Inteligência, a administração foi a melhor colocada da região no Índice Firjan de Gestão Fiscal (IDGF), elaborado pela Firjan. O município é um dos mais bem ranqueados em Minas e no País, no mesmo estudo. “Como gestor público entendo que a excelência na gestão orçamentária é a base de tudo”, sentencia o prefeito.
Questionado sobre a falta de um concorrente na cidade, ele informa que “oposição sempre teve, mas a boa gestão que fizemos nos últimos anos inibiu possíveis concorrentes e não houve interessados em disputar o cargo conosco”, avalia Márcio Lima, ao comentar a raridade. Diplomático, Márcio Lima faz questão de reconhecer a boa gestão da prefeita Célia de Oliveira Coelho, que o antecedeu. “É justo reconhecer que o trabalho desenvolvido pela companheira Celinha nos permitiu também fazer uma boa gestão”, admite.
Quanto às eleições, Márcio Lima tem expectativa que tenha o voto de mais de 80% dos 2,7 mil eleitores do município. À luz da lei, Márcio Lima poderá ser eleito até com um voto apenas, ou seja, o dele próprio. Porém, ele mesmo defende a importância dos eleitores irem às urnas em outubro. “Mesmo a cidade tendo apenas candidato único é importante que os eleitores exerçam seus exercícios de cidadania”, destaca.
Com um orçamento anual de cerca de R$ 9 milhões, o município de Jaguaraçu mantém em dia o pagamento de funcionários e prestadores de serviços, diferente de vários municípios do Vale do Aço. “A bem da verdade, não é nenhum mérito pagar os fornecedores e os servidores rigorosamente em dia. É uma obrigação”, admite.
De acordo com último censo do IBGE, Jaguaraçu ostenta o 4º melhor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) na região. Para comprovar sua boa administração, Márcio Lima faz questão de enumerar algumas ações de seu governo. Entre as ações desenvolvidas na área da saúde o prefeito destacou a renovação da frota de ambulâncias do município, contratação de médicos para atender a toda a demanda, liberação de exames, consultas especializadas e cirurgias sem esperar recursos do SUS.

EDUCAÇÃO
Em Jaguaraçu, 300 crianças são atendidas na Escola de Tempo Integral, que conta ainda com reforço escolar e boa alimentação. O próprio município produz o lanche que abastece as escolas. “Fazemos broa, pão de queijo, biscoito de polvilho, pizza e toda variedade de guloseimas em nossa Padaria Municipal”, destaca.
Segundo ele, houve reforma em todas as escolas municipais do ensino fundamental. “Quem faz ensino médio em Marliéria ou mesmo curso superior em Ipatinga tem o transporte para o Vale do Aço gratuito”, pontuou.

INFRAESTRUTURA
Além de manter as estradas de chão com cascalhamento e patrolamento constantes, a Prefeitura de Jaguaraçu construiu praças, calçamento em várias ruas no distrito de Lagoa do Pau, pontes na área urbana e rural como as comunidades de Lavrinha, Salvador Gomes.
Para garantir saneamento, a gestão de Márcio Lima construiu a Estação de Tratamento de Água do município. O portal turístico de Jaguaraçu garante ao turista informação sobre todas as opções de lazer que a região oferece.
Ainda em relação ao entretenimento, o prefeito faz questão de destacar a autosustentabilidade da tradicional cavalgada, promovida no município. “Buscamos parceiros para que a festa não seja custeada apenas com recursos públicos”, disse. No incremento do esporte, ele reforça o apoio aos times do município e reforma das quadras poliesportivas.
Apesar dos outros investimentos, Márcio Lima se orgulha de afirmar que ‘a menina dos olhos’ de seu governo é a construção e reformas de unidades habitacionais, contribuindo para a queda déficit de moradias. “O sonho de toda família é ter uma moradia digna. Por isso a nossa grande preocupação com a questão. No segundo mandato, queremos continuar a investir ainda mais no setor”, conclui.

Como vai ser seu segundo mandato?
Vamos continuar tendo respeito com o dinheiro público. Entendemos que os recursos públicos devem ser aplicados com responsabilidade.
Uma lição aos novos prefeitos que serão eleitos.
Lição não. Melhor, algumas sugestões. Não fazer promessas que não podem cumprir. Nunca gastar mais que o orçamento previsto e escolher uma equipe de governo comprometida.
Como pretende se relacionar com a Câmara de Vereadores?
Como sempre fiz. Com respeito e independência.
Sem concorrente, vai comemorar sua reeleição?
Com certeza. Da mesma forma se estivéssemos numa acirrada disputa.
O que espera de Jaguaraçu daqui pra frente?
Que continue avançando sempre.

Você também pode gostar