VidaSaude

Agentes temporários de endemias querem continuar

IPATINGA – Vinte e seis agentes de endemias que fazem parte do contrato do Consaúde procuraram o vereador Agnaldo Bicalho (PT) em busca de ajuda para permanecerem contratados. Esses profissionais ingressaram no serviço de combate à dengue, de forma emergencial, para um contrato prévio de 3 meses. Além de pleitearem os próprios empregos, eles também estão preocupados com a chegada das chuvas e, consequentemente, com o aumento da incidência da doença.

Agnaldo propôs a criação de uma comissão para dialogar tanto com o Consaúde como também com a Secretaria de Saúde do município, no intuito de conhecer melhor as prerrogativas do contrato.
Ele também quer saber se há possibilidade de renová-lo, bem como verificar junto à secretaria se há possibilidade da Prefeitura chamar os profissionais que passaram no último processo seletivo, realizado em janeiro de 2012.

“Precisamos compreender melhor os porquês do governo. Certamente é de muita importância a permanência destes cargos, tanto pela questão da saúde pública, como pela questão social que envolve o trabalho destes profissionais”, comentou Agnaldo.

Para a agente Vanessa de Andrade, que foi aprovada pelo processo realizado pela Prefeitura, a permanência no trabalho é o que nos importa. “Ou via Estado, por meio do Consaúde, ou pela própria Prefeitura, o que é importante é permanecermos no nosso emprego. Também queremos lembrar que estamos preocupados com a situação da dengue no município”, disse.

Agnaldo explicou que o primeiro pleito da comissão será pedir, caso haja condição, a permanência do contrato. “Caso não tenha como, vamos pleitear para que o Executivo chame os aprovados na seleção pública”.

Você também pode gostar

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com