Internacionais

Acidente de trem mata 49 em Buenos Aires

BRASÍLIA – Pelo menos 50 pessoas morreram e mais de 600 ficaram feridas depois do descarrilamento de um trem, na manhã de hoje (22), em Buenos Aires, capital da Argentina, de acordo com o titular do Sistema de Atenção Médica de Emergência (Same), Alberto Crescenti. Até o começo desta tarde, havia pelo menos 30 passageiros presos em um dos vagões do trem. As operações de resgate envolvem bombeiros, policiais e todo o sistema de segurança da capital argentina. Há pouco, a Polícia Federal informou que há 49 mortos, 48 adultos e um menor de idade.
O trem de passageiros descarrilou por volta das 9 horas (8 horas em Brasília), na Estação Terminal da Plataforma Eleven, a oeste de Buenos Aires. De acordo com os médicos que estão no local, a maior parte dos feridos sofreu politraumatismo. Os feridos foram levados para dois hospitais: Durant e Mejias Ramos.
O maquinista do trem ficou preso nas ferragens e teve de ser retirado pelos bombeiros. O ministro de Segurança da Argentina, Guillermo Montenegro, e o secretário de Esportes da cidade de Buenos Aires, Juan Pablo Schiavi, estiveram no local.
De acordo com alguns relatos, três carros do trem acabaram sendo destruídos. O acidente ocorreu justamente durante o horário de rush e maior fluxo de passageiros. Nos últimos meses, houve vários acidentes ferroviários na Argentina. O penúltimo ocorreu em dezembro quando um trem colidiu com outro lotado de passageiros deixando 17 pessoas feridas.
Em setembro do ano passado, nove pessoas morreram e 212 ficaram feridas quando dois trens colidiram em um ônibus também em Buenos Aires.

(*) Com informações das agências públicas de notícias da Argentina, Telam, e do México, Notimex, além da emissora multiestatal de televisão, Telesur, e da estatal de TV do Chile, TVN.

Você também pode gostar