Cultura

A história do perfume mais famoso do mundo

Baseado em fatos reais, o romance “Mademoiselle Chanel e o cheiro do amor” recria a atmosfera glamourosa da Paris dos anos 1920, iluminando um momento pouco conhecido da vida de Gabrielle Chanel. A obra, que vendeu mais de 100 mil cópias na Alemanhã, inicia exatamente onde o filme “Coco” termina: quando, aos 38 anos, consagrada como estilista revolucionária e uma feminista avant la lettre, Coco sofre uma grande perda com a morte de seu amante Boy Chapel.

Nem mesmo a valente estilista resiste à notícia – fica deprimida, tranca-se em seu quarto, recusa convites, desiste da vida! Com a ajuda de sua grande amiga Misia Sert, e a partir da ideia da criação de um perfume próprio, Gabrielle motiva-se a continuar, a seguir em frente, procurando fazer algo diferente, a encontrar uma fragrância única e exclusiva!

Para isso estuda e pesquisa muito até se inspirar no perfume de Catarina II, imperatriz da Rússia, que conhece por meio do grão-príncipe russo, Dimitri Romanov, com quem vive uma nova aventura.

Em sua busca pelo aroma perfeito, Coco, vai reunir 80 componentes, entre os quais a rosa de maio, a flor ylang ylang, odores sintéticos e de animais, que juntos celebram a nova mulher e sintetizam o cheiro do amor.

A AUTORA

Michelle Marly, autora bestseller alemã, cresceu em meio ao cinema e à música. Ela morou por muito tempo em Paris e hoje vive com o marido e o cachorro entre Berlim e Munique. Sua mãe foi uma modelo famosa nos anos 50, e por isso desde cedo o universo da alta costura faz parte de sua vida. As fragrâncias e suas histórias são desde então uma paixão da autora, que pesquisa o assunto extensamente, dos mosteiros e perfumarias italianos às fábricas de Grasse, na França. Ela, claro, usa Chanel N° 5.

FICHA TÉCNICA

Título: Mademoiselle Chanel e o cheiro do amor

Autora: Michelle Marly

Formato: 16 x 23

Nº de Páginas: 288 págs

ISBN: 978-85-8419-075-1

Preço: R$ 39,90

Você também pode gostar